Meio Bit » Baú » Indústria » Readability burla negativa na App Store lançando Web app

Readability burla negativa na App Store lançando Web app

Readability contorna negativa de seu app na App Store criando uma versão para a Web.

10/03/2011 às 9:13

No começo do mês passado, o Readability lançou uma versão reformulada do seu (ótimo) serviço com uma grande novidade: sistema de mensalidade com divisão de lucros entre site e autores de blogs.

Quem se registra tem acesso a algumas regalias e, em troca, paga o quanto quiser (desde que acima dos US$ 5). A divisão dos lucros fica na casa dos 30/70, sendo 30% para o próprio site e 70% para os sites mais lidos através do sistema. Para que toda essa estrutura funcione, lançaram um recurso parecido com o do Instapaper, ou seja, salvamento e formatação de textos para leitura posterior.

Esse tipo de aplicação encontra bastante respaldo em smartphones, logo, a equipe do Readability submeteu um app à App Store, da Apple. Resultado? Negado. A Apple disse que só liberaria o app se houvesse uma alternativa de assinatura usando o sistema de in-app purchase do iOS. O problema é que, dessa forma, 30% do valor total pago pelos assinantes iria direto para os cofres da Apple, meio que quebrando totalmente a proposta de divisão de lucros entre Readability e produtores de conteúdo.

Para contornar o problema, o time de desenvolvedores apelou para uma solução sobre a qual já comentamos aqui: a criação de um Web app. Criado em duas semanas (!), ele funciona não só com dispositivos iOS, mas também no Android (inclusive no nook), e ainda preserva a característica que diferencia um app do tipo de uma simples página Web, o acesso offline, via localStorage, recurso do HTML5.

Readability móvel: Web app para driblar diretrizes da Apple.

Readability móvel: Web app para driblar diretrizes da Apple.

Chega a ser irônico que, hoje, desenvolvedores que têm seus apps negados pela Apple encontrem nos Web apps uma saída jailbreaking-free de comercializar seus produtos. A ironia deriva do fato de que, no passado, essa era a única forma de prover aplicativos para o iOS. Além de se livrar da expectativa (e do risco) de ter seu app aprovado ou não, essa abordagem via Web traz ainda outros benefícios, como atualizações rápidas e produção acelerada, afinal, HTML, CSS e linguagens dinâmicas para a Web são mais comuns/acessíveis que Objective-C.

Apesar do sabor de vitória, o Readability submeteu novamente seu app para aprovação na App Store algumas semanas atrás. Deve ter sido no desespero porque, se não mudaram o sistema de pagamentos, quais as chances da Apple aprová-lo dessa vez?

Fonte: Download Squad.

Leia mais sobre: , , , , .

relacionados


Comentários