Meio Bit » Arquivos » Internet » #NokiaTalk: Novos smartphones, Angry Birds e redes sociais

#NokiaTalk: Novos smartphones, Angry Birds e redes sociais

Veja o que rolou no Nokia Talk, evento anual da Nokia em Austin, nos EUA.

21/03/2011 às 7:53

Nokia Talk

Conectar pessoas, esse foi o objetivo de mais uma edição do evento anual da Nokia, ou #NokiaTalk. A cidade escolhida nesse ano foi Austin, para aproveitar alguns dias do SXSW 2011, um evento de grande porte que une interatividade, música e filme (sempre em março) e que acontece desde 1987. Vocês podem ver mais sobre o evento no site oficial.

Antes que alguém pergunte: não, ninguém informou quando sairão os primeiros celulares com a parceria Nokia+Microsoft. Tivemos acesso aos dois novos celulares lançados pela Nokia: o E7 e do C6. Ambos estarão disponíveis no Brasil em Abril. O E7 faz jus ao nome que carrega e é voltado para o público mais empresarial, contando com a integração com sistemas da Microsoft, como o Exchange e o Office Communicator Mobile.

Nokia E7

Nokia E7

Em resumo, ele é um N8 melhorado para uso empresarial. Contando com a tela touchscreen do E7 e um teclado QWERTY físico para quem não consegue(iu) se adaptar ao uso de celulares via touch. Algumas outras funcionalidades que o aparelho inclui:

  • Criar, editar e compartilhar arquivos do Office e visualizar arquivos em PDF com o Adobe Reader;
  • Sincronização com calendários pelo Microsoft Outlook;
  • Acesso rápido a e-mails Hotmail, Yahoo!, Gmail, Ovi Mail e outros serviços;
  • Atualizações do facebook e twitter direto na homescreen.

Isso tudo dentro de uma tela de 4'' AMOLED, com suporte a multi-touch e com um teclado QWERTY completo, ideal para quem não consegue escrever rápido na tela. Comentário pessoal: consigo escrever, em algumas situações, mais rápido na tela do iPhone do que em algum outro teclado físico para celular. Como, por exemplo, em meu antigo Milestone.

A câmera tem 8 MP e filma em HD. Utilizando um cabo HDMI é possível visualizar as fotos e vídeos gravados no aparelho diretamente na televisão. Inclusive, as demonstrações que tivemos da nova atualização do Symbian^3, elas foram exibidas diretamente no E7 pelo cabo HDMI acoplado na televisão. O que eu nunca pude reclamar da Nokia, e desde o meu primeiro smartphone da marca (que foi o Nokia N95) é que a câmera sempre foi o seu ponto forte. Na verdade, toda a parte multimídia (exceto as músicas compradas diretamente no "Nokia Comes With Music", que demorava minutos para reproduzir).

Nokia C6-01

Nokia C6-01

O outro celular, o Nokia C6-01, é voltado para um público mais "jovem". Vem com tela de 3,2'' e não conta com teclado QWERTY. É possível atualizar o status de diversas redes sociais direto na homescreen, enviar fotos e vídeos HD direto para o YouTube, Flickr ou para a Ovi. E com acesso rápido via 3G ou redes Wi-Fi. A câmera tem 8 MP também, flash LED dual, reconhecimento de faces e vem com uma segunda câmera para FaceTime vídeochamadas. Tem memória interna de 340 MB, inclui um cartão de 2 GB e suporta expansão para até 32 GB.

Voltando ao NokiaTalk. Tivemos diversas palestras bem interessantes. E mesmo que algumas diretamente direcionadas à "venda" dos produtos da Nokia, como a divulgação de novas fases do jogo Angry Birds para Symbian, tivemos também palestrantes que nem tocaram no nome da marca mas, que promoveram um ambiente de interação entre os palestrantes que foi tremendo. Que realmente "conectou pessoas", como diz o slogan da empresa.

Criadores do Angry Birds

Criadores do Angry Birds (a foto é do fotógrafo convidado pela Nokia)

Tivemos a participação de dois dos criadores do jogo mais popular (se não o aplicativo mais popular da história), Angry Birds. Que fez sucesso, inicialmente no iPhone, e depois se espalhou para diversas outras plataformas, incluindo Mac OS, Playstation 3, PSP etc. E claro, Nokia Ovi Store, sendo o jogo mais popular da loja.

Apesar de pensarmos que a Rovio fez sucesso imediato, na verdade, não foi bem assim. Em 2003 eles ganharam um concurso patrocinado pela Nokia e pela HP. De lá pra cá, eles criaram uma infinidade de jogos, mais de cinquenta, para ser exato. O Angry Birds foi o jogo número 52 (e esse será o número da sorte para a empresa). Pena que após o sucesso do jogo, eles não pensam muito grande, focando em Angry Birds e nada mais. E isso, na minha opinião e na dos outros brasileiros que estavam lá (depois falo quem eram), isso pode definir o futuro da empresa, positiva ou negativamente. O que eles pretendem fazer, na verdade, são jogos diferentes, utilizando os mesmos personagens. Por exemplo, um hipotético "Angry Birds Kart" (esse nome foi inspirado diretamente no Mario Kart, foi dado por mim e não sei se será usado assim pela Rovio, é só uma questão de demonstração da idéia).

Eles também lançarão o Angry Birds Rio, feito em parceria com 20th Century Fox para divulgar o filme Rio, que será baseado, pasmem, no Rio de Janeiro. Inclusive, já até divulgaram a nova música tema do jogo. Uma pergunta que eu me fiz foi que a App Store Brasil não suporta jogos. E então, o Brasil seria o único país a não ter o jogo baseado no Brasil? Bom, a Bia Kunze (também chamada Garota Sem Fio) me contou que foi feita uma reunião para a aprovação do jogo no Brasil. Detalhe: existem diversos jogos na App Store Brasil, mas que "entram" na categoria Entretenimento.

Prof. Rosental

Prof. Rosental (a foto é do fotógrafo convidado pela Nokia)

A melhor palestra do evento ficou por conta do professor Rosental Calmon Alves. Ele fundou o "Knight Center para Jornalismo nas Américas" na Universidade do Texas, em Austin. Muito presente nas redes sociais, inclusive no Twitter e Facebook. O interessante é que o professor é um jornalista de meios tradicionais que é amante e evangelizador de novas tendências da comunicação. Inclusive, declarou que os blogueiros possuem uma virtude muito apreciada pelos consumidores de informação e pela transparência e honestidade, antes do profissionalismo que se reserva para os grandes meios de comunicação.

Ele trabalhou durante 23 anos no Jornal do Brasil (de repórter à diretor), passou pela Rádio Jornal do Brasil, foi correspondente internacional do Jornal do Brasil e é um veterano de redações de sucesso como a guerra do Iraque, a guerra das Malvinas e outras. Além de um excelente profissional, é um excelente professor e palestrante.

A palestra foi sobre a importância das redes sociais no caso recente do Oriente Médio. E uma frase que marcou a palestra foi: "As redes sociais são apenas ferramentas, não são as salvadoras do mundo". Foi por isso que as redes sociais ajudaram a criar uma revolução na Líbia e Egito mas, no Brasil, não alcançaram nem 10% do que aconteceu lá no Oriente Médio, como foi no caso do "#forasarney". Não adianta existir a mobilização apenas na internet, é necessário um conjunto de ações culturais, que realmente levem os jovens à rua. Como no caso do Egito, eles foram diretamente atingidos com a perda de um bem de uso quase diário, como é a Internet, isso motivou uma revolta. Para isso acontecer aqui no Brasil, vai demorar e muito.

É claro que nem 2000 palavras resumiriam tudo o que foi falado durante as quase oito horas de duração do evento, e nos mais de três dias de SXSW. Mas, que foi uma experiência marcante, isso foi. Algumas pessoas tiveram a oportunidade de assistir a algumas palestras online, via streaming. Infelizmente, não tive como realizar esse streaming via Meio Bit mas, que fica a lição para os próximos eventos (que tanto eu, ou outro autor do Meio Bit venha cobrir).

E finalmente, gostaria de agradecer aos responsáveis da Nokia pelo evento e pela organização que foi excelente. Austin é mesmo um "Oásis no Texas". Tudo o que vocês pensam sobre Texas, acredite, é diferente (e bem melhor) em Austin. Aos colegas brasileiros, foi um prazer conhecer vocês pessoalmente, A Bia Kunze (Garota Sem Fio), o Richard Max Tech e o Gabriel Tonobohn (Tudo Celular).

* Meio Bit esteve no #NokiaTalk, em Austin, EUA, a convite da Nokia Brasil.

Leia mais sobre: , , .

relacionados


Comentários