Meio Bit » Baú » Games » Brasil entre os principais responsáveis pela pirataria

Brasil entre os principais responsáveis pela pirataria

16/02/2011 às 17:29

dori_pir_16.02.11

A ESA, órgão norte-americano responsável por cuidar dos interesses da indústria de videogames, divulgou um relatório onde aponta cinco países como os principais responsáveis pela disseminação da pirataria de jogos eletrônicos no mundo e não surpreendentemente, entre eles está o Brasil. O documento afirma que 54% da distribuição ilegal online de jogos pode ser creditada ao nosso país, a Espanha, China, Itália e França e que o principal meio utilizado para essa prática é o peer-to-peer.

Como membro da International Intellectual Property Alliance, a associação pediu ao governo dos Estados Unidos para incluir ainda em uma lista negra outros 33 países que não tem tomado as medidas cabíveis para diminuir a violação dos direitos autorais ou que não tenham oferecido meios para permitir que os criadores levem seus trabalhos legalmente a essas nações e isso poderia levar até mesmo a casos extremos, como sanções.

É importante dizer que enquanto a Espanha passou para um nível de vigilância prioritária por estimular uma cultura permissiva em relação a pirataria, o documento considera o Brasil, quarto em se tratando do volume de distribuição online, como uma ameaça menor, principalmente porque os responsáveis por deter o problema tem mostrado esforços para proteger as propriedades intelectuais, mas cita as barreiras de mercado como o principal motivo para os produtos legais terem valores muito altos para a maioria dos consumidores.

No entanto, esse é um dos poucos motivos que temos para comemorar, já que as produtoras que fazem parte da ESA dizem que apenas no ano passado, mais de 144 milhões de cópias foram trocadas ilegalmente pela internet, sendo que dessas, 78 milhões são atribuídas a esses cinco principais países, algo que de acordo com a associação, é mais de cinco vezes a quantidade registrada para os EUA. Embora muita coisa tenha melhorado no Brasil nos últimos em relação a pirataria, com cada vez mais jogadores abandonando a ilegalidade, ainda precisamos melhorar muito para atingir um nível aceitável e preços menores são um dos - repare, um dos - fatores que contribuirão para que isso aconteça.

[via Gamasutra]

Leia mais sobre: , , .

relacionados


Comentários