Meio Bit » Baú » Mobile » Shaka, quando os muros caíram

Shaka, quando os muros caíram

10/02/2011 às 14:42

Photo fev 10, 2 16 46 PM Um dos recursos mais fantasiosos de Star Trek é o Tradutor Universal. Não só por permitir que o pessoal da Frota Estelar entenda o que está sendo dito pelos alienígenas, mas por fazer com que os alienígenas entendam o que está sendo dito. Mesmo assim nós trekkers aprendemos que nesses casos é melhor não perder muito tempo discutindo COMO uma tecnologia funciona, isso é coisa de nerd que não se preocupa com a história, e sim com os botões.

Mesmo assim um dos grandes episódios de Star Trek – A Nova Geração foi Darkmok (S05E02). Nele o Capitão Picard passa pela clássica situação Robinson Crusoé, perdido em um planeta com um alienígena cuja linguagem é incompreensível pelo tradutor universal. As palavras são traduzidas, mas a linguagem em si é 100% metafórica. Tudo dependia de contexto.

Frases como “Shaka, quando os muros caíram” não faziam sentido para Picard, pois não tinha a bagagem cultural necessária.

O conceito foi muito bem explorado, e possível graças à nossa “suspensão de incredulidade” em aceitar o tradutor universal como possível naquela realidade.

Agora nos exigem mais suspensão de incredulidade ainda, pois temos que aceitar um Tradutor Universal aqui e agora. OK, talvez um tradutor mundial.

A imagem que você está vendo neste texto não foi digitada. Eu toquei este clip do YouTube diante do celular rodando a aplicação do Google Translate. Ele faz o reconhecimento de voz, SEM TREINO, transforma em texto e traduz para o idioma desejado. O reconhecimento de voz não está disponível para todos, mas de 50 idiomas traduzidos, 16, incluindo o português podem ser falados e escutados.

Escutados? Sim, o programa além de transformar sua fala em texto e traduzir, oferece um botão -MINÚSCULO, hello interface – para uma voz feminina que fala o texto traduzido, assim você não ofende mais ainda seu interlocutor com sua pronúncia capenga.

É possível salvar como favorito e exibir o texto em tela cheia, isso é bem útil no restaurante alemão, quando você fica na dúvida se pediu água sem gás ou testículos de porco flambados.

Claro, a tradução mecânica ainda está longe de compreender as sutilezas dos idiomas, muito menos as referências culturais. Não adianta traduzir “Gerson´s Law”, nenhum gringo entenderá.

Mesmo assim esse tradutor do Google no celular já é mais ficção científica do que jamais esperava ver em minha vida. mas também nunca pensei que viveria no futuro.

Leia mais sobre: , .

relacionados


Comentários