Meio Bit » Baú » Indústria » Nokia sem rumo cancela N9 - Sério, pra dar jeito só chamando o Lobo

Nokia sem rumo cancela N9 - Sério, pra dar jeito só chamando o Lobo

10/02/2011 às 9:00

pulp_fiction

Houve uma época em que a Microsoft não acreditava na Internet. Era sentimento geral na empresa que seria uma moda passageira, como calças boca de sino e heterossexualismo. Um belo dia a Realidade, que não dá bola nem pra quem xinga muito no Twitter mostrou que muito menos daria atenção à Microsoft.

Para não virar uma nota de rodapé na História Bill Gates redigiu o histórico memorando da Grande Onda da Internet, em 26 de Maio de 1995, onde reconhecia a importância da Rede e delineava uma mudança radical no modo de pensar da empresa. Em 3 meses estavam lançando a primeira versão do MSN, portal de serviços ainda DialUp direto competidor da AOL.

O memorando veio na hora certa. A Microsoft provavelmente não existiria por mais que dois anos, se não mudasse seu foco totalmente. Mesmo assim o texto não era em tom de desespero. Era uma doença grave diagnosticada pelo maior especialista do mundo na área. Como ser ameaçado pelos alunos do Kobra Kai com Chuck Norris ao seu lado.

Agora tivemos outro memorando. Desta vez de Stephen Elop, Ex-Microsoft e CEO da Nokia. Ele compara a situação da empresa a um homem em uma plataforma em chamas que tem que escolher entre ficar e morrer ou pular na água gelada e arriscar. Sim, o termo “plataforma” foi intencional da parte dele, acredite.

Ele não coloca o dedo na ferida. Coloca o Kid Bengala, começando pelos pés. Fala com todas as letras: “A Apple lançou o iPhone em 2007 e até hoje não temos nada que se aproxime em experiência de uso”.

Fala que a Apple é dominante no mercado high-end, e que nos intermediários o Android está comendo o market share deles inteiro. Não conseguem competir com a agilidade das empresas chinesas. Uma funcionária chegou a dizer que a China lança um celular Android novo no tempo que a Nokia leva para finalizar uma apresentação de Powerpoint.

Quanto ao Salvador Local, o MeeGo, Stephen é cruelmente realista: “No passo que vai chegaremos ao final de 2011 com um único aparelho MeeGo no mercado”

Isso seria terrível para os Meeguxos, se eles existissem. Talvez nem cheguem a dar o ar de sua graça, pois esse aparelho também pode não sair. Segundo o Symbian Freak a Nokia abortou o N9, que seria seu carro-chefe do MeeGo, rodando em cima de um Atom de 1.2GHz.

Piora? Claro que piora. A Nokia não entende NADA do mercado americano, dá traço de ibope por lá. E não vender nos EUA não é um luxo que ela possa se dar. Por isso vários executivos da empresa segundo a Reuters estão na mira do passaralho. Serão substituídos por gente que conhece mercado de celular pra comedor de hambúrguer.

NokiaBot

Ah, eu falei que não piora? TUDO piora, você pode estar em um campo de concentração nazista e descobrir que seu colega de beliche é o Roberto Benigni. Para a Nokia a sensação deve ter sido semelhante, quando saiu na mídia que diversas operadoras européias esperam que a empresa não adote o Android, pois isso seria prejudicial A ELAS. Fritas acompanham?

A Nokia é mais que um elefante, ela é um olifante, mas para derrubar um desses basta um elfo determinado ou 200 ewoks. Não intereressa que mais de 30% dos usuários de smartphones nunca tenham instalado uma aplicação. Entre um Sdruvs Phone sem recursos e um smartphone se for possível pegarão o smartphone, e os Androids chupeta made in china estarão lá para suprir.

Com os lucros caindo 21% em relação ao ano passado a Nokia não pode continuar errando muito tempo. Não estou prevendo o futuro, embora tenha sonhado repetidamente com 4, 8, 15, 16, 23, e 42, pode ser uma dica para a MegaSena, mas acredito que a Nokia pode sim dar a volta por cima, ou pelo menos pelo lado.

A entrada de um CEO estrangeiro foi uma medida ousada. Se a empresa bancar o cara, pode muito bem significar uma segunda renascença. Resta saber se a Nokia vencerá a síndrome do NIH – Not Invented Here, que assola tantas empresas. Há todo um asco à idéia de perder o controle sobre parte do processo, mas esse é o mundo. Ninguém era mais fã do NIH que a Microsoft, e hoje ela coloca vídeo no YouTube.

As opções são 3:

1 – Windows 7

Ecossistema ainda em formação, oportunidade da Nokia negociar com a Microsoft muito mais liberdade de ação do que as outras parceiras de hardware, inclusive as do Google. Uma App Store própria e port de suas aplicações principais, como Nokia Maps

2 – Android

Ecossistema bem mais evoluído. Menos poder de negociação mas o nome Android Nokia soa algo bom, soa confiável. Pode ser a diferença para quem deseje um smartphone mas desconfie da novidade Android, ao mesmo tempo em que trará de volta todas as viúvas da Nokia que emigraram depois de desistir de esperar um telefone que não dependa de carvão para funcionar.

3 – MeeGo

Famoso quem?

relacionados


Comentários