Meio Bit » Baú » Fotografia » Sony Cybershot DSC-HX100V e HX9V

Sony Cybershot DSC-HX100V e HX9V

01/02/2011 às 20:47

A Sony anunciou no dia de hoje mais duas câmeras fotográficas compactas. As novas Cybershots HX100V e HX9V são equipadas com o mesmo sensor e possuem várias características muito parecidas, mas o corpo das câmeras e o zoom ótico são a diferença entre elas. O interessante é que o anúncio das câmeras gerou mais questionamentos negativos do que positivos no mundo da fotografia. A Cybershot HX100V é uma ultrazoom que está muito parecida com a Canon SX30IS (falando do design e não das características internas). Talvez seja uma tentativa da Sony se aproximar de uma das campeãs de venda dentro da categoria. A segunda impressão negativa é o sensor CMOS retroiluminado Exmor R de 16 megapixels. Se o sensor da Panasonic FZ100 com 14 megapixels já causa arrepios de tanta falta de qualidade, fico pensando o que poderá produzir esse que equipa a câmera da Sony. O terceiro comentário negativo, e esse é por minha conta, é a respeito do zoom ótico da câmera. Qual a usabilidade de uma lente com 30x de zoom ótico (equivalente a uma 27-810mm)?

As duas câmeras chegam no momento em que todos os fabricantes estão anunciando seus novos equipamentos para o ano de 2011. Infelizmente, como não apresentam nada de novo em relação a tecnologia e outras câmeras já foram anunciadas anteriormente, as duas não vão chamar muita atenção. A nova HX100V está equipada com uma lente Carl Zeiss Vario-Sonnar com 30x de zoom ótico e abertura de diafragma em f/2,8-f/5,6. A câmera também apresenta um novo sistema de auto focus batizado de Hi-Speed AF-technology, visor LCD de 3 polegadas articulado, grava vídeos em Full HD com 1080p, faz panorâmica em 3D utilizando até 15 imagens e chega a velocidade de 10 fotos por segundo no modo contínuo. Características interessantes, mas que já estavam presentes em equipamentos anteriores.

Já a Cybershot HX9V é uma câmera de proporções bem menores. Ela está equipada com o mesmo sensor da irmã maior, mas com um corpo de câmera compacta e com “apenas”16x de zoom ótico (equivalente a uma 24-384mm) com abertura de diafragma em f/3.3-f/5.9. Levando em conta apenas as diferenças de recursos em relação ao modelo mais encorpado, a HX9V possui uma quantidade menor de opções de regulagem de velocidade ISO, embora também chegue ao máximo de 3200, e também uma menor velocidade máxima de disparo do obturador, que fica em 2sec-1/1600 contra 2sec-a/4000 da HX100V. Só lembrando que ambos os equipamentos possuem estabilização de imagem ótica, por conta das grandes distancias focais.

Não tenho nada contra câmeras compactas com grande distância focal. Um grande zoom pode ser muito útil em algumas situações. Mas, esse tipo de equipamento simplesmente perdeu o foco. Os fabricantes só estão disputando o título de quem faz a câmera com lente maior. Parece briguinha de adolescente. A qualidade de imagem simplesmente foi esquecida. Sensores pequenos, lentes com baixa qualidade, distâncias focais impossíveis de serem usadas sem um tripé e velocidade ISO que existe apenas para dizer que possui, pois são absolutamente impraticáveis. As primeiras ultrazoons, cuja distância focal não atingia nem os 200mm eram quase obras primas. Resolução menor (levando a uma baixa densidade de pixels), possibilidade de usar sensor maior e lentes com poucos elementos óticos fizeram a felicidade de muita gente. Hoje, quem compra um equipamento desses é porque não entende de fotografia e fica atraído pelo tamanho da câmera.

Cybershots HX100V

Fonte: Dpreview

Leia mais sobre: , , .

relacionados


Comentários