Meio Bit » Baú » Indústria » Motorola Xoom: mais rumores, Honeycomb "puro" e preço salgado

Motorola Xoom: mais rumores, Honeycomb "puro" e preço salgado

Novos rumores sobre o Xoom, tablet da Motorola com Honeycomb. Preço inicial pode ser de até US$ 800!

24/01/2011 às 20:36

Xoom, primeiro tablet com Honeycomb.

Motorola Xoom.

O início das vendas do Motorola Xoom, supostamente no dia 17 de fevereiro, vem sendo antecedido de um bom número de rumores. O primeiro deles diz respeito ao preço do tablet, que poderá ficar em torno de US$ 700, segundo o Engadget. Outras fontes levantaram que o preço poderia chegar a US$ 800 na Verizon. A própria data para o início das vendas é fruto de especulação.

O Xoom certamente é um produto interessante, que traz configurações de hardware muito robustas e é primeiro tablet anunciado com o Android 3.0 "Honeycomb", nova versão do sistema operacional da Google pensada especialmente para esse form factor.

O sistema operacional também não ficou livre dos rumores, que giraram em torno da inclusão ou não do MOTOBLUR, a customização da Motorola sobre o Android. O que há de mais recente sobre esse detalhe é a última declaração da Motorola, divulgada pelo Techradar, segundo a qual o tablet virá efetivamente com o Android puro, portanto, sem MOTOBLUR.

Ainda de acordo com o TechRadar, os desenvolvedores da empresa trabalharam juntamente com o time da Google para que o Honeycomb pudesse se adequar da melhor maneira possível ao tablet e não há motivos para inclusão do MOTOBLUR. Essa notícia soa como um grande alívio para aqueles que pretendem adquirir o tablet e não são assim tão "fãs" das customizações da Motorola.

Tive a oportunidade de usar, por algum tempo, um dispositivo com o MOTOBLUR e compreendo perfeitamente as ressalvas feitas sobre ele por muitos usuários. Trata-se de uma customização muito invasiva, que não altera o Android apenas em nível de launcher/interface, mas que inclui também mudanças profundas até mesmo na maneira como o sistema salva online informações de contatos. A agenda e o livro de contatos do Android foram feitos para funcionar em sincronia com o Gmail e tudo funciona perfeitamente assim. Não há motivos para que os fabricantes designem um banco de dados alternativo para o armazenamento dessas informações. Pior ainda quando o sistema alternativo sofre com uma grande multiplicidade de bugs que apenas infernizam a vida do usuário.

Dessa maneira, acredito que a ausência do MOTOBLUR é uma ótima notícia para qualquer um que esteja disposto a investir uma boa grana no Xoom.

relacionados


Comentários