Meio Bit » Baú » Games » The Elder Scrolls IV: Oblivion chegou no Brasil... en Espanol

The Elder Scrolls IV: Oblivion chegou no Brasil... en Espanol

29/05/2006 às 22:52

É assim que os distribuidores no Brasil querem que você jogue... que tal um post em outro idioma?

"Cuarta entrega de la saga de juegos de Rol, The Elder Scrolls. Con una impresionante calidad grafica y cuidado guión, la saga “Oblivion” no sólo pretende superarse a si misma en esta entrega, sino que viene con visos de ser el nuevo referente en lo que a Rol se refiere."
(3DJuegos)

O jogo chegou em abril e as cópias haviam sido recolhidas pois o aviso sobre textos, legendas e menus do jogo estavam incorretos. Ele foi importado da Espanha pela Tech Dealer, distribuidora oficinal no Brasil, pois traduzir o jogo para português, segundo eles, demoraria meses. Então, optaram por uma versão similar, já que o português e espanhol são bastante parecidos.

Não sei quanto a vocês, mas eu desisti da compra na hora. Eu prefiro o produto totalmente em inglês do que ter o jogo falado em inglês e todo o resto traduzido para o Espanhol. Achei a decisão questionável, principalmente por não ter opção de adquirir o original em inglês. Será que serei obrigado a recorrer aos Agentes de Inclusão Digital?

Talvez não. O Márcio Severo, de Niterói-RJ, está traduzindo o jogo para o nosso idioma. Ele começou sozinho e os trabalhos estão em estágios avançados, com 100% da aventura principal traduzida, assim como atributos, habilidades e vários outros recursos. Itens e várias missões secundárias são próximo alvo. Outros se juntaram ao esforço e estão fazendo, de graça, em semanas, o que a Tech Dealer não teve a dignidade de fazer mesmo sendo a representante da Take2 Interactive. Que vergonha.

Uma versão nova é liberada a cada 15 dias e se o ritmo continuar, praticamente 100% do jogo estará traduzido em 2 meses. Nada mal para quem está traduzindo 15 mil itens, milhares de linhas de diálogo, livros e descrições.
A ferramenta usada é fornecida com o próprio jogo e eles não possuem o problema de sincronismo de falas da versão hispânica, já que o Márcio descobriuo motivo. Eles incluíram também suporte de fontes para acentos em português.

Vamos desejar-lhes boa sorte e que os trabalhos continuem até sua conclusão. Eles merecem. Se a distribuidora não está preparando uma versão oficial, eles poderiam ao menos pagar o rapaz pelos trabalhos.

relacionados


Comentários