Meio Bit » Baú » Games » XBox 360: Chip com o Firmware protegido... com cola

XBox 360: Chip com o Firmware protegido... com cola

22/05/2006 às 22:53

A Microsoft conseguiu diminuir o ritmo dos modders do XBox 360. Para quem não sabe, modder é o indivíduo que faz alterações, muitas vezes radicais de um equipamento original de fábrica. Por exemplo, instalar Linux no XBox original ou fazer o PSP rodar programas na qual a Sony não gosta nem um pouco.

A primeira coisa que um modder procura é justamente o chip que contém o firmware, ou seja, os programas de funcionamento essencial do equipamento. Tendo acesso a essa programação, descobre-se quem faz o que, quando, como e onde. Ou seja, é um mapa do funcionamento do console, seja ele da Sony, Nintendo ou da própria Microsoft. Até uma simples placa de rede contém firmware, normalmente programa em uma combinação de C com Assembly.

Para fazer com essa turma tenha mais trabalho em fazer o XBox 360 virar qualquer outra coisa além de um console eles usaram uma supercola para evitar acesso aos pinos de saída do chip. Quem entende de arquitetura de computadores, sabe do que estou falando. É possível fazer um "dump", ou seja, um despejo de todo o conteúdo do chip e bisbilhotar. Com isso, seria possível, por exemplo, lançar um chip com programação alterada e fazer com que ele aceite jogos pirateados, os famosos mod chips.

Segundo o QJ.Net, a cola é dura o suficiente para, na tentativa de removê-la quebrar os pinos e arruinar o console. Simples e eficiente. É claro que existem outros meios, mas já dificultou a vida dos mais amadores. Mas as informações na Internet viajam rápido. Já lançaram um mapa de como acessar os pinos de fora do chip, usando as trilhas de contato.

Dica: Paulo Iap
Fonte: XBox Scene via QJ.Net

relacionados


Comentários