Meio Bit » Baú » Mobile » App do Dia:Wikilinda!

App do Dia:Wikilinda!

14/01/2011 às 6:24

A Wikipédia (a de verdade) tem um monte de méritos, mas em termos de design ela é quase soviética. Funciona, bem e mais nada. Sem paginação, alguns artigos levam uma eternidade pra carregar e encontrar informação neles só via CTRL+F. Ninguém tira prazer da leitura da Wikipedia, só Informação.

Em dispositivos móveis, pior ainda. Mesmo no iPhone 3GS, que é perfeito, ou no iPhone 4, que é pelo menos 2x mais perfeito e a bateria tem 40% a mais de perfeição, é incômodo ler um artigo da Wiki. No PC ela funciona como consulta mas não como leitura despretensiosa. No iPad não seria diferente, apenas uma página branca com letras pretas. Quem poderá nos salvar? O pessoal que faz o Cooliris, o melhor media browser que ninguém usa. Eles criaram o Discover, uma aplicação di grátis, na faixa, cuja única função é transformar a Wikipedia daquela página chata nisto:

IMG_0400

Isso é só a capa. Fazendo um scroll pra direita, temos a foto do dia. Se puxar a tela para baixo, temos a interface de buscas, essa aqui abaixo. Scroll pra cima e vemos o histórico dos artigos pesquisados. Ah sim, ele faz cache, dá para acessar offline.

IMG_0401

Colocando o iPad na horizontal parte da tela é ocupada pela lista de artigos relacionados.

IMG_0405

A melhor forma de visualizar entretanto é na vertical. O texto vem todo formatado automagicamente, de forma elegante e com boa leitura. As várias seções do artigo original viram capítulos. Para acessá-los individualmente basta clicar nas bolinhas no rodapé da página.

IMG_0404

Imagens mais importantes são exibidas em páginas isoladas, com a legenda, claro:

IMG_0407

Para não dizer que o Discovery não tem defeitos, as imagens não ampliam nem há um índice dos capítulos, mas ninguém é perfeito, só o iPad. E o iPhone.

Dado o custo Discovery é uma aplicação que deveria existir em todo iPad. E se você acha que ver um artigo da Wiki assim é pouco, perceba que além do conteúdo integral ainda temos a vantagem de não ficarmos sendo stalkeados pelo Jimmy Wales.

Leia mais sobre: .

relacionados


Comentários