Meio Bit » Baú » Indústria » [CES 2011] Resumão do segundo dia de evento

[CES 2011] Resumão do segundo dia de evento

Resumão do segundo dia da CES 2011.

10/01/2011 às 8:46

Estou na CES, no segundo dia da feira, quando ela foi finalmente aberta ao público. Posso dizer que é a coisa mais grandiosa que eu já vi até agora. E enquanto o Nick está perdido em algum local da feira (que se divide em mais de quatro locais diferentes, entre eles o Las Vegas Convention Center, The Venetian, Hilton e Renaissance), eu estou aqui na sala de imprensa escrevendo esse resumão do que foi o dia de hoje até agora.

Kodak

A Kodak está investindo forte nas chamadas câmeras portáteis. A maioria possui um formato de celular, lembra diversos "Android" que conhecemos e se destaca por duas coisas: portabilidade e alta definição. As que eu testei gravavam em 1080p e foram desenvolvidas especialmente para gravação de esportes radicais. Além disso são à prova d'agua — suportam até 3 metros de profundidade.

Não cheguei a testar todas de forma plena. Por exemplo, não pude testar a qualidade do vídeo no computador ou na televisão. A única demonstração que tinha disponível era de um porta-retrato digital, ou seja, não é um local muito confiável para se testar um vídeo em alta definição.

Testei os botões de outra câmera portátil mas, me decepcionei. Apesar dela suportar até 10 metros de profundidade. A força necessária para realizar atividades era muito irritante.

RIM

Testei o tablet da RIM, o PlayBook, e posso dizer que a interface do usuário é bem parecida com o que foi demonstrado no vídeo (que alguns falaram que poderia ser apenas uma UI para marketing, como a Nokia fez com o N97). Posso falar que, felizmente, não é o caso aqui; a UI do PlayBook é exatamente como a demonstrada no vídeo.

O teste realizado no eestandee da RIM fez com que o pequeno tablet rodasse um vídeo, executasse um jogo (Quake III) e acessasse a Internet, tudo rodando em multitarefa e numa velocidade surpreendente. Todo esse desempenho, aliado a sua pequena tela de apenas 7", transformam ele em um pequeno monstro. E para quem está a procura de navegação completa, ele vem com navegador que suporta Flash 10.1 e HTML 5. Existem versões com internet 3G e Wi-Fi e outros com suporte à rede 4G (que não vai fazer muita falta no Brasil).

Além dos recursos de navegação, ele possui duas câmeras, uma frontal com resolução de 3 MP e outra traseira com resolução de 5 MP, capaz de gravar vídeos em 1080p. A bateria pode ser o ponto fraco. Já que o produto testado foi no eestandee e e estava sendo carregado o tempo todo, fica a dúvida se ela dura mais ou menos que o iPad (contando que o iPad tem uma tela maior). Espero que ele chegue logo no Brasil.

NVIDIA

A maior parte do eestande da empresa foi ocupado pelas novidades em 3D. Jogar StarCraft II com uma placa de vídeo com suporte à 3D é excelente, exceto pela parte chata de colocar um óculos em cima de outro (sim, sou cego e uso óculos).

Mas, o que mais me surpreendeu mesmo foi um tablet da Acer. Um jogo de samurai, rodando sem nenhum engasgo. Nem meu Mac sem nenhum aplicativo, só com o jogo, roda tão bem. Conversei rapidamente com o desenvolvedor e só depois eu fui perceber algo: a plataforma do tablet não era "proprietária" da Acer, era simplesmente o Android. Fiz um vídeo demonstrativo, a resolução é excelente e a velocidade maior ainda.

Já prevejo uma "guerra" entre iPad e modelos com Android. Ou entre o chipset gráfico da Apple para iPad e o Tegra 2, da NVIDIA. Que, inclusive, vem com o novo smartphone da Motorola, o Atrix 4G, que funciona como smartphone e laptop. Sim, é um monstro. Ele tem até reconhecimento biométrico para aumentar a segurança do aparelho. Por isso, a NVIDIA ficará cada vez mais presente no mercado mobile, com o seu NVIDIA Tegra 2 e focará em placas de vídeos com suporte ao 3D.

Qualcomm

Processadores rápidos e que ocupam grande parte dos smartphones que utilizamos atualmente. E ele funciona bem independente do sistema operacional utilizado. Exceto em um tablet Android que testei, que ele exibiu o papel de parede extremamente lento. Mas, tanto no Windows Phone quanto no Android, os smartphones executaram diversas tarefas de forma bem rápida. Estou falando dos chipsets Snapdragon.

Motorola

Depois da ótima experiência que tive com o Motorola Milestone (sim, foi um dos melhores smartphones com Android que já usei. E sim, foi meu único Android). O Motorola Atrix 4G é um monstro, não, sério! Ele é um dos melhores celulares que já vi na vida (se é que podemos chamar de celular). O bichinho tem um processador dual core de 1 GHz, 16 GB de espaço interno (expansível para até 48 GB: 16 GB do interno + 32 GB de cartão de memória), 1 GB de memória RAM. A principal característica dele é o suporte ao 4G.

Além do dock, que no Milestone só servia para mostrar algumas informações como tempo e carregar o aparelho, agora o Atrix tem um um dock com três entradas USB e uma saída HDMI. Transformando o smartphone em um laptop (sistema operacional? Android!). Ele também pode ser usado com um mouse e com um teclado USB. E a função de desbloqueio do aparelho dá uma segurança que nem o iPhone e iPad possuem: sim, ele tem leitor biométrico.

Também dei uma olhada no tablet Xoom, que já vem com a versão 3.0 do Android. Não cheguei o tablet, só estava disponível um vídeo, já que o Android ainda não havia sido apresentado (antes que alguém pergunte: sim, o Google estava no evento. Sim, era uma sala de reunião privada. Ou seja, se você foi para experimentar o Honeycomb, voltou de "mãos vazias"). Achei a interface (pelo vídeo) bastante interessante e para um tablet aquela UI foi tão boa quanto a do BlackBerry (ainda prefiro a do PlayBook).

Samsung

É, 2011 será o ano dos tablets... Mas não imagine eles como tablets como o iPad. O da Samsung, por exemplo, é um notebook e tablet. O Samsung 7 Series é um tablet que suporta até seis toques ao mesmo tempo. E ao deslizar aparece um teclado e um trackpad. Se você estiver acostumado com o trackpad do MacbBook, por exemplo, você vai preferir usar a tela do que o trackpad. O sistema operacional é o Windows 7.

E o Galaxy player? Basicamente é um Galaxy S sem a função de telefone. Tela WVGA de 4", câmera de 3,2 MP, GPS, suporta os aplicativos do Android Market... O music player do Galaxy Player é um pouco melhor do que o dos outros celulares com Android, não é tão chato e irritante como aqueles outros que conhecemos. Basicamente, seu maior competidor é o iPod touch e ele tem "poder" para competir com ele.

Sony

Eu confesso logo que o que me conquistou na Sony foi o tamanho do estande. Era gigante. Mas, pensei: geralmente, eles tem um espaço gigante e poucos produtos. Era mais ou menos o caso, exceto por uma parte bem ao fundo, com um DJ vestido de astronauta tocando um som, com uma dançarina japonesa no telão. Bom, pelo tamanho da tela pensava que era uma simples tela. Até pegar aqueles óculos 3D que estavam sendo distribuidos gratuitamente (sim, trouxe pra casa).

Não olhei as novidades. Era "mais do mesmo". Mas, a tecnologia 3D da Sony é ótima. E aquele telão... Vou sonhar com aquilo.

Coby

Tablets, tablets e mais tablets. Seria ótimo se eles fossem bons. Um dos que eu testei foi o MID7025, com tela de 7" (resolução WVGA 800x480), processador Cortex A8 de 1 GHz, wi-fi 802.11 b/g (cadê o n?!), 4 GB de memória interna e sistema operacional Android 2.3.

Colocam que ele tem câmera e microfone, mas deve ser para complementar as funcionalidades. Foram um dos piores tablets que testei na vida. A tela é horrível, só funciona se houver uma "pressão" maior. Pessoas acostumadas com o iPad ou com o próprio PlayBook ou o tablet da Motorola acharão a tela sofrível. Parece ser resistiva, ou seja, tem que pressionar forte.

E a empresa resolveu inovar e substituiu todos os botões que estamos acostumados a ver em um smartphone, por botões totalmente estranhos. Como assim? Quer ir para a home? Ao invés de apertar uma casinha, você aperta um círculo... Tem um "M" que eu ainda não sei o que significa. A única coisa que eu tenho certeza é a lupa, que leva para a tela de pesquisar.

Último dia na feira

Apesar da feira durar até domingo, só fiquei aqui em Vegas até sexta, ou seja, não pude cobrir nem o dia 8, nem o dia 9. E vocês devem estar se perguntando: cadê o resumão do primeiro dia do evento? Bom, passei uma boa parte do dia na Zappos. Toda essa minha "aventura" na empresa será contada aqui no blog, em breve.

Leia mais sobre: , , , , , , , .

relacionados


Comentários