Meio Bit » Baú » Internet » Problema do Skype ocorreu por versão bugada para Windows

Problema do Skype ocorreu por versão bugada para Windows

O Skype saiu do ar no dia 22 de dezembro. Agora, o CIO da empresa explica o que motivou a queda e mostramos as lições que ficam do caso. Bônus: créditos gratuitos para quem foi afetado pelo problema.

03/01/2011 às 8:09

Depois de cerca de 24 horas fora do ar, o Skype emitiu um comunicado explicando os problemas que originaram a queda do serviço. Num post gigante, o CIO explica como funciona o serviço, que funciona da mesma forma de algumas redes de compartilhando de arquivo, como o falecido KaZaA e o Napster, mais conhecido entre nós geeks como P2P.

O problema teve início no dia 22 de dezembro, quando servidores responsáveis por cuidar da manipulação das mensagens offline ficaram sobrecarregados e lentos para responder. Como conseqüência, alguns clientes passaram a receber mensagens atrasadas devido à sobrecarga do servidor. Esse problema ocorreu na versão mais popular (porém, não a mais recente) do cliente para o Windows (5.0.0.152) fazendo com que ele deixasse de funcionar.

Outros clientes que utilizavam a versão para Windows mais recente (5.0.0.156), versões inferiores à versão 4.0 para Windows, Skype para Mac, iPhone, TV, Skype Connect e Skype Manager para empresa não foram afetados pelo problema. Mas, como assim, se muita gente reclamou que estava com problemas? Simples, a versão 5.0.0.152 representa cerca de 50% de todos os usuários ativos do Skype e cerca de 40% dos usuários foram afetados pela falha. A lentidão para o resto dos usuários ocorreu devido à sobrecarga que os outros supernodes sofreram no momento em que ocorreu a falha, afinal, cerca de 25-30% dos supernodes disponíveis também falharam. Com isso, clientes afetados pela falha do Windows começaram a reiniciar seus aplicativos e aliados ao problema de lentidão que afetaram os outros supernodes, o tráfego gerado por eles foram cerca de cem vezes maiores do que eles esperam naquela hora do dia (detalhe, era a hora de pico).

Skype

Como solução, os engenheiros utilizaram diversos supernodes dedicados, que foram inseridos afim de estabilizar a rede. Algo que deu certo e que o serviço voltou a funcionar normalmente no dia 23 de dezembro (as vídeos-chamadas foram estabilizadas no dia 24 de dezembro, visto que, eles utilizaram parte do grupo utilizado para dar apoio às videos-chamadas para estabilizar a rede).

Os engenheiros prometeram analisar melhor os seus softwares para possíveis problemas futuros mas, deixaram claro que poderão fornecer downloads automáticos aos clientes. Uma vez que o bug já havia sido identificado na build 152 e já havia sido corrigido na 156, bem antes do incidente ocorrido. Isso vale para outros desenvolvedores: aprendam com o problema do Skype. Se a falha pode afetar 60% (ou mais) dos seus usuários ativos, não custa nada colocar a atualização automática em seus aplicativos. Apesar de que, existem alguns usuários que adoram falar que preferiam a versão anterior, acredito que pela estabilidade geral, gostar não é uma opção. E para os usuários: atualizem seus aplicativos.

[Nota do editor: a Skype Limited liberou vouchers de US$ 1,00 para todos os clientes que, alguma vez, compraram créditos no serviço. Se é o seu caso, confira o email. O meu chegou ontem.]

Fonte: Skype - The Big Blog.

Leia mais sobre: , .

relacionados


Comentários