Meio Bit » Baú » Indústria » iPod nano: hacking, LunaTik e o que poderia ser melhor

iPod nano: hacking, LunaTik e o que poderia ser melhor

Diversas novidades sobre o iPod nano.

28/12/2010 às 9:47

A última atualização da linha de iPods, da Apple, foi ingrata para o iPod nano. O layout mudou, o aparelho virou um quadradinho minúsculo com tela sensível a toques. Muitos dizem que mataram o nano com essa mudança drástica.

Existem alguns upgrades que poderiam incrementar as funcionalidades do nano, tornando-o mais útil e, até, o parceiro ideal do iPhone — mais ou menos como o LiveView, da Sony Ericsson, é para os Xperia com Android. Para isso, porém, conectividade Bluetooth é essencial. O nano não tem.

O GigaOM listou esse e outros recursos que seriam bem-vindos no pequenino da Apple. Além do Bluetooth, speaker para alertar o usuário (alarmes, timer, etc.) e notificações/integração com outros dispositivos iOS.

Desde seu lançamento, transformar o iPod nano em relógio parece ser a modificação mais sensata possível — descontando a necessidade de "recarregar o relógio" constantemente. Um dos acessórios mais esperados para esse fim, o LunaTik, está prestes a ser lançado oficialmente. O Mashable conseguiu um protótipo para análise. Gostaram bastante do brinquedo, inclusive o blog aposta num aumento nas vendas do nano desencadeado pela pulseira.

iPod nano vira relógio com acessório LunaTik.

iPod nano vira relógio com acessório LunaTik.

Pelas fotos, tem-se a impressão de que a qualidade do acabamento é de primeira. Em "modo relógio", aka stand by, o nano aguenta uma semana antes da sua bateria pedir arrego. De quebra, ainda dá para ouvir músicas e podcasts, mas não vai muito além. Um calendário, agenda de compromissos e outros aplicativos do tipo PIM agregariam mais valor à modificação. Talvez na próxima geração...

...ou antes. James Whelton ganhou um iPod nano de 8 GB pink, e com raiva da cor que escolheram para ele enquanto voltava para casa, durante o voo, ele hackeou o aparelho. O que conseguiu com isso? Acesso ao SpringBoard, a área de trabalho do iOS, onde ficam os ícones. Dali ele teve acesso ao plist, uma espécie de arquivo de configurações do sistema, com referências a aplicativos inexistentes hoje, como calendário, jogos e TV e filmes. Indícios de futuros upgrades, ou simples reminiscências dos irmãos mais velhos?

Código encontrado no iPod nano.

Código encontrado no iPod nano.

Leia mais sobre: , , , .

relacionados


Comentários