Meio Bit » Arquivos » Indústria » Telefonia fixa pode ficar mais cara

Telefonia fixa pode ficar mais cara

04/05/2006 às 7:08

E por falar em telefonia, a novela continua... :-s

A Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações), que mais, aprovou a proposta de modificação da forma de cobrança das ligações locais e as concessionárias poderão passar a cobrar por minuto e não mais por pulso. E, ao que tudo indica, da maneira como foi calculada a conversão, a tarifa por minuto ficou mais cara que a tarifa por pulso. A franquia da assinatura básica é de 100 pulsos. Segundo informações do site da Anatel, a agência monitorou mais de 200 milhões de ligações locais, chegando à conclusão de que 100 pulsos equivalem a 200 minutos. Se for assim, então um pulso equivale a dois minutos. Assim também acontece com a conversão da forma como são cobradas as ligações em horários reduzidos: no sistema de pulsos, o consumidor paga um pulso e, no sistema de minutos, pagará o equivalente a dois minutos. Por exemplo, o pulso custa hoje para Brasília R$ 0,16442 (com impostos). De acordo ainda com informações no site da Anatel, com a conversão, o minuto custará R$ 0,10312 (com impostos) e dois minutos custarão R$ 0,20624. Se um pulso, como a própria Anatel calculou, equivale a dois minutos, então o que custava pouco mais de R$ 0,16 agora vai passar a custar mais de R$ 0,20, um aumento de 25,4%. Isso mostra que houve um encarecimento da ligação local nessa conversão da tarifa do pulso para a tarifa do minuto. Portanto, a questão não é a troca do sistema, mas o fato de –disfarçadamente– ter-se embutido um aumento nessa alteração.

Pelo que tenho lido, essa história ainda vai longe...

relacionados


Comentários