Meio Bit » Baú » Miscelâneas » Problemas ecológicos? A solução pode estar na evolução tecnológica

Problemas ecológicos? A solução pode estar na evolução tecnológica

26/04/2006 às 23:23

No artigo entitulado A Nova Revolução Verde, da revista Wired, o jornalista Alex Nikolai Steffen levanta de forma clara quais as medidas e mudança de pensamento podem nos salvar de poluição, efeito-estufa, desastres ambientais como secas ou enchentes e até mesmo guerras.

O mais interessante é que o nosso Brasil está na vanguarda de uma delas, que é o uso de combustíveis renováveis como o etanol. Ontem fui perguntado por dois amigos americanos, que nunca pagaram tanto pelo galão de gasolina, como funciona o carro com motor Flex. Ponto para nós. Imagine meu orgulho em informá-los que usamos automóveis abastecidos com álcool desde o final dos anos 70. Sim, há um interesse enorme em substitutos e o Brasil é não só pioneiro e o maior produtor do mundo, mas também é o melhor nessa área.

Ecologistas estão evoluindo também. Entenderam que as pessoas não irão desistir de seus gadgets eletrônicos e modo de vida moderno para viver em fazendas e andar de bicicleta. Então entra em cena a Toyota, por exemplo, com seu modelo Prius, que faz 800 km com um tanque cheio.

Os quatro pilares da vida moderna que poderão salvar o nosso planeta são:
- Fontes de energia renovável.
- Eficiência de consumo. As baterias duram mais não apenas porque elas evoluíram, mas aprendemos como fazer as mesmas tarefas consumindo menos energia. E desperdiçar menos, significa ganhar dinheiro.
- Qualidade é riqueza. Monitores TFT consomem menos energia, menos material e são menos poluentes. Lâmpadas fluorescentes e LEDs custam mais, mas sua durabilidade é muito maior e compensa o custo em baixo consumo também.
- Planejamento urbano. Cidades com um bom planejamento facilitam a vida dos moradores, o transporte e fazem bom uso do espaço, preservando o ecossistema.

Para quem achava que o nosso futuro era Blade Runner, há uma luz no fim do túnel e ela se chama evolução tecnológica.

Fonte: Wired

relacionados


Comentários