Meio Bit » Baú » Internet » “Eu quero é mais, Zuckerberg”

“Eu quero é mais, Zuckerberg”

Irmãos Winklevoss reabrem processo contra Mark Zuckerberg, alegando que o cálculo da indenização que receberam estava "errado".

15/12/2010 às 18:20

Sensacional.

Os gêmeos Winklevoss acham agora que os U$S 65 milhões que levaram no primeiro processo contra Zuckerberg não é o bastante.

Para quem não sabe, Cameron e Tyler Howard Winklevoss chegaram até a competir nas Olimpíadas de Pequim em 2008 no remo para duplas e são nada menos que dois playboys do tipo A, criados com o raríssimo leite de pêra da Universidade de Harvard, desde quando eram apenas dois projetos de mini-magnatas.

No começo, disseram que contrataram Zuckerberg para escrever uma parte de sua rede social, a ConnectU, e alegam que o fundador do Facebook teria roubado parte do seu código e toda a sua idéia. Foram aos tribunais e morderam um pedaço da rede social para os seus próprios bolsos.

Mas ora veja você que U$S 65 mijones não faria-rir esses dois aí...

Segundo os "manos", o valor para a sua indenização foi calculado errado. Eles alegam que o Facebook valia muito mais no momento do litígio e abriram um outro processo buscando reparação para a ninharia que receberam.

Agora, vamos ver se entendemos direito: sem conseguir provar totalmente o próprio argumento, levando uma massa na mão grande, ainda querem correção.

E o mais bacana é a lata dos meninos: os perfis de Tyler e Cameron no Facebook com mil e tantos amigos.

Será que esses caras dão algum curso do tipo "Fique Bilionário em Apenas 3 Passos" só para milionários?

deu no ValleyWag.

Leia mais sobre: , , .

relacionados


Comentários