Meio Bit » Baú » Indústria » 64Bits, 800MHz, SVHS, 40GB de HD, LAN, WIFI e roda Linux. Preço? US$146,00

64Bits, 800MHz, SVHS, 40GB de HD, LAN, WIFI e roda Linux. Preço? US$146,00

Não adianta. Esses projetos "sociais" sempre viajam, sonham e fogem da realidade do mercado. É simples: Se há uma demanda, o mercado cuida de produzir a oferta. É a base do capitalismo, como os chineses estão demonstrando. O computador em questão é o 'Municator, da empresa chinesa YellowSheepRiver.
yellowsheepriver_municator.jpg

22/04/2006 às 12:08

Não adianta. Esses projetos "sociais" sempre viajam, sonham e fogem da realidade do mercado. É simples: Se há uma demanda, o mercado cuida de produzir a oferta. É a base do capitalismo, como os chineses estão demonstrando. O computador em questão é o 'Municator, da empresa chinesa YellowSheepRiver.

Tela de Plasma não inclusa nos US$146,00

O equipamento acima, que não tem nada de revolucionário, enterra completamente o computador de cem dólares, e ironicamente ressoa com a reclamação de Bill Gates, de que é melhor um equipamento mais poderoso do que um completamente rasteiro. Vejamos as características do brinquedo:

  • Processador Godson de 400 a 800Mhz
  • HD 40GB
  • WIFI
  • 4 portas USB 2.0
  • Saída de vídeo SVHS
  • Ethernet 10/100
  • IRDA
  • Áudio (entrada e saída)
  • VGA
  • IDE (para dispositivos externos
  • RS232
  • Teclado e Mouse PS/2

O sistema operacional é o Thinix, uma distribuição baseada no RPLinux.

Isso tudo por, repetindo, US$146. Se eu fosse o Falcon eu diria: "CHUPA Negroponte". Se eu fosse o Falcon 😉



stand da empresa na CEBIT 2006

Mais fotos da CEBIT neste link.

Ao invés de um computador MUITO limitado por criança, ao preço de US$150 a unidade (para facilitar a conta) teríamos dois computadores de verdade para cada 3 crianças. A performance, segundo o fabricante, é equivalente a um Pentium III, o que é muito superior à calculadora proposta pelo projeto do micro de US$100.

Vamos ver se os chineses conseguem fazer seu lobby direito. A YellowSheepRiver promete que se houver demanda, irão projetar um novo chip unindo processador, South Bridge e North Bridge em um circuito só, barateando ainda mais o equipamento.

Duvido que com a demanda de milhões de máquinas apregoada pelo projeto de US$100 eles não consigam baixar de US$146 para US$120, por exemplo. Mesmo com o preço atual, é uma barganha irrecusável.

Ausência de monitor? Ora, o que mais há no mundo é televisão velha, inclusive preto e branco. O ocidente rico joga fora milhões de monitores de vídeo todos os anos, migrando de CRT para LCD. Olha aí uma causa nobre.

Ao invés de reinventar a roda, gastando dinheiro projetando minilaptops com manivelas, deveriam ter feito isso desde o início.. expor a demanda e deixar que o mercado corra atrás.

Aqui um vídeo de 12 minutos do produto na CEBIT.

relacionados


Comentários