Meio Bit » Baú » Games » Activision rebate críticas da ESPN sobre comercial do CoD

Activision rebate críticas da ESPN sobre comercial do CoD

ESPN reclama de aparição de Kobe Bryant em comercial do Call of Duty e Activision responde na mesma moeda.

10/12/2010 às 13:45

dori_kob_10.12.10

Vocês se lembram daquele comercial do CoD: Black Ops que comentei por aqui e que mostrava diversas pessoas em uma batalha, incluindo o astro do basquete Kobe Bryant? Eu achei a ideia muito boa e não enxerguei problemas no vídeos, mas acredite, o comentarista da ESPN Skip Bayless sentiu-se incomodado em ver o atleta “sorrindo enquanto empunhava um rifle em combate, ao mesmo tempo em que temos tropas em outro país fazendo a mesma coisa de verdade, em combate.”

A polêmica logo chegou a Activision, que obviamente não gostou das críticas, que através do CEO Eric Hirshberg respondeu duramente:

Eu acho muito hipócrita a ‘controvérsia’ em torno do Kobe Bryant. Essas mesmas redes que agora questionam a inclusão do Kobe não tiveram problema em aceitar a propaganda, divulgá-la e receber os dólares para colocá-la no ar em seus meios de comunicação. Eles estão sendo irresponsáveis com seus fãs ao divulgar essas propagandas em suas redes? Não devemos ter dois pesos e duas medidas. Para mim isso bastante hipócrita.

Também acho que há um pequeno processco de maturação acontecendo com os videogames no geral, onde algumas pessoas ainda não os veem como uma forma de entretenimento de massa, mas me pergunto se eles teriam a mesma reação caso o Kobe ou Jimmy Kimmel estivessem envolvidos na divulgação de um filme do Tom Clancy.

Apesar de a reclamação ser um pouco forçada, já que não não os comentaristas que decidem quais propagandas irão ao ar, ela não deixa de ter uma certa razão. Eu faço parte daquele grupo de pessoas que acreditam que os atletas servem como espelho para muitas crianças, mas não acho que um comercial assim servirá de influência para a molecada. E quanto as participações deles em filmes de ação? Não teria o mesmo efeito? Talvez isso não faça parte da realidade dos americanos, mas é muito pior o que vemos por aqui, com jogadores de futebol sendo escoltados por traficantes, posando para fotos ao lado de armas reais como se fossem troféus, sequestrando e matando.

[via IndustryGamers]

Leia mais sobre: , , , .

relacionados


Comentários