Meio Bit » Baú » Games » EA desistiu dos jogos baseados em filmes

EA desistiu dos jogos baseados em filmes

Para diretor da empresa, investimento não vale a pena e é melhor criar suas próprias franquais.

30/11/2010 às 9:10

dori_007_29.11.10

Talvez seja apenas otimismo da minha parte, mas eu sempre acreditei que a Electronic Arts conseguiria recuperar sua imagem de grande produtora, fazendo com que parte dos jogadores que a viam como uma empresa mercenária voltassem a ter interesse em suas criações. É provável que isso ainda não tenha acontecido na proporção que eu gostaria, mas acredito que a qualidade dos jogos criados/publicados por ela tem melhorado bastante e parte dessa mudança pode estar numa resposta dada por Frank Gibeau, presidente do selo EA Games durante uma entrevista.

Se você quer fazer sucesso, é preciso investir tempo [de desenvolvimento] no jogo para conseguir ter qualidade. Os dias de jogos medianos baseados em licenças estão mortos como os dinossauros. ”

Então o entrevistador perguntou se nunca mais veríamos um jogo baseado no espião James Bond e o executivo disse o seguinte.

Não, absolutamente não. Nós descartamos essa licença porque sentíamos que precisávamos ter mais propriedades intelectuais e não estávamos gostando de para onde o James Bond estava indo com todas as limitações criativas impostas. A porcentagem de royalties que você precisa pagar aos donos dos direitos estão indo pelo caminho errado para as editoras. As margens de lucro estão diminuindo e acima de tudo isso, o negócio de jogos baseados em filmes está quebrando.

Considerando a quantidade de dinheiro que você precisa gastar nesses jogos de James Bond e o total de mão de obra que precisa dedicar a eles, nós pensamos; caramba, vamos trabalhar em nossas próprias IPs. Os caras que fizeram jogos do James Bond para nós, bem, eles estão fazendo o Dead Space. E veja onde estamos hoje; o que é preferível publicar, alugar e jogar - o último James Bond ou o Dead Space 2?

Sim, existe toda uma questão financeira por trás da decisão e criar uma nova franquia não é garantia de que um bom jogo será feito, muito menos de que ele dará dinheiro, mas considerando o pouco tempo em que esses games baseados em filmes tem para serem criados e a qualidade duvidosa que eles normalmente apresentam, acho que a EA tomou a decisão correta e no fim das contas todos saíram ganhando, inclusive nós, jogadores.

[via Develop]

Leia mais sobre: , .

relacionados


Comentários