Meio Bit » Baú » Internet » Facebook mostra sua nova plataforma de mensagens

Facebook mostra sua nova plataforma de mensagens

Facebook reformula módulo de mensagens, tornando-a uma caixa de entrada universal.

16/11/2010 às 9:24

Os rumores davam conta de que, ontem, o Facebook apresentaria um novo webmail para concorrer com Gmail, Hotmail, Yahoo! Mail, os grandões da área. O anúncio foi feito, e embora em breve todos teremos à disposição um endereço @facebook.com, a solução não é exatamente o que todos esperávamos.

Mark Zuckerberg anunciando o novo Facebook Messages.

Mark Zuckerberg anunciando o novo Facebook Messages. (Foto: GigaOM)

Mark Zuckerberg fez questão de enfatizar que a reformulação no módulo de mensagens do Facebook não o torna um email, e que não é a intenção da empresa bater de frente com o modelo tradicional — o que não significa, ainda segundo o CEO da empresa, que no futuro os dois modelos não possam se colidir.

Hoje, 350 milhões de usuários do Facebook, mais da metade, portanto, utilizam a troca de mensagens dentro da rede social. O tráfego estimado é assombroso: cerca de 4 bilhões de mensagens são trocadas por dia. Esse sucesso todo fez com que cerca de quinze engenheiros fossem realocados para trabalhar na reformulação anunciada ontem.

O objetivo do Facebook é facilitar e concentrar a troca de mensagens entre conhecidos, dentro da rede. O novo módulo de mensagens guarda algumas semelhanças com o email tradicional, mas muitas das suas características remontam o malfadado Google Wave.

Facebook Messages: tudo num lugar só.

Em vez de se ater ao assunto das mensagens, a organização será por usuário. Haverá um histórico global para cada contato que tivermos por lá, e as mensagens poderão chegar de várias formas: SMS, mensagens/email, recados. Ficará tudo no mesmo local, pesquisável e com controles finos de privacidade — você decide quem pode se comunicar contigo.

Outra característica é a organização de contatos/históricos. As pessoas com quem mais nos comunicamos ficarão sempre em destaque. Quem não conhecemos, numa pasta à parte. Spam? Se calhar de aparecer algum, o Facebook garante ocultá-lo automaticamente.

Zuckerberg disse, durante a apresentação, que o email tradicional é visto como algo muito "formal" por jovens, daí a abordagem mais light e com cara de bate-papo do módulo de mensagens do Facebook. Tomo emprestado um parágrafo do Tiago Dória para situar a novidade do Facebook em âmbito profissional:

"Dificilmente uma empresa vai utilizar um email com a terminação @facebook.com ou alguém que trabalha com 'informações cruciais' deixará os seus dados com uma empresa cujo o cofundador disse recentemente que, hoje em dia, a privacidade não tem tanta importância."

Entre pessoas que não utilizam o computador como ferramenta primária de trabalho, ou mesmo não são muito íntimas da Internet, as redes sociais tornam-se cada vez mais centralizadoras de tudo que fazem online. No Brasil, o orkut é o Flickr/Picasa Web do povão; no resto do mundo, o Facebook ocupa esse posto. O mesmo vale para mensagens privadas, embora no caso do orkut esse uso seja uma deturpação dos depoimentos — o famoso "não aceite, leia e apague".

A liberação de convites será feita aos poucos. Você pode solicitar um aqui.

relacionados


Comentários