Meio Bit » Baú » Internet » Google em 'Guerra Fria' com a Microsoft

Google em 'Guerra Fria' com a Microsoft

18/03/2006 às 16:21

Relembrando e simplificando muito, a Guerra Fria era quando a União Soviética estava com relações aparentemente normais com os EUA, mas ambos tinham mísseis apontados um para o outro e a qualquer momento a tensão crescente poderia resultar em guerra 'de verdade'.

Pois é, o Google não lançou seu browser - para mim, eles teriam um produto vencedor se lançassem um navegador com o engine do Konqueror do Linux e do Safari da Apple - não deve ser tão difícil para um programador lançar um browser assim para Windows, e, mesmo com toas das suas imcompatibilidades e a necessidade de ter também um browser secundário como o Camino ou o 'Fox, a grande maioria dos usuários de Mac prefere o Safari como padrão por causa da sua incrível velocidade e leveza, assim como todos os outros navegadores que usam o engine KHTML / WebKit.

Mesmo assim, o Google resolveu enfrentar a Microsoft de uma maneira (um pouco) mais sutil...Para quem usa Google Ads em seu site (os anúncios que você vê aqui e em milhares de outros blogs), eles lançaram um novo tipo de anúncio: para cada download do navegador Firefox (instalado pela primeira vez em ambiente Windows) proveniente do anúncio deles no seu site, eles te pagam um dólar. Ou seja, é praticamente uma campanha Google versus Internet Explorer.

E eles te pagam 1 dólar para cada usuário que instalar o Firefox em um ambiente Windows que não tenha o browser instalado antes. Não sei como eles verificam isso, mas está nos termos de serviço;

'A Firefox referral is counted when a Windows user, who has not previously installed Firefox, downloads and runs the programme for the first time.'

Logo, eles querem que os donos de site promovam o Firefox para usuários que não tenham usado o browser ainda para diminuir o grupo de usuários de Windows que usa só o Internet Explorer (ou seja, a maioria).

relacionados


Comentários