Meio Bit » Baú » Hardware » As três cabeças que desligaram o cérebro...

As três cabeças que desligaram o cérebro...

Google TV tem sua primeira grande batalha: três grandes emissoras se recusam a passar suas programações no aparelho.

22/10/2010 às 15:45

Numa nítida demonstração de que o acordo (ou a peleja em desenrolar um) sofreu um curto-circuito, a Google TV registra a primeira grande baixa. Segundo o The Wall Street Journal de hoje em sua edição digital, as três redes monstras NBC, CBS e ABC deram o beabá curto e grosso para a gigante da Web: não vamos permitir que vocês transmitam nossa programação no seu novo programinha.

O pior é que a Sony e a Logitech já estavam até vendendo os novos aparelhos de HDTV com o tal software e teclado acoplados necessários para acessar o Google TV. Tudo e todos ficam de sobreaviso, até que a Google se manifeste dizendo "o quê" e "de quem" vai transmitir agora...

Séries televisivas bastante populares como o The Office, CSI e Modern Family foram rechaçadas pelas emissoras — sem maiores detalhes além do nítido e sonoro "não".

O Google TV foi lançado com a proposta de ser aquilo que esperamos que a TV se torne um dia (e tem grandes planos) o que suscita-nos o entusiasmo em dar um voto mínimo de confiança para a marca e imaginar que ela não vai desistir já nessa primeira grande trombada com os grandões.

Se tomarmos agora o jovem conectado, informado e digitalmente ativo da rede mundial, é fácil compreender porque produtos de WebTV podem ter um apelo bem maior do que se imagina. Sábio é quem aposta nisso e tem o que oferecer. Esse cicrano online simplesmente NÃO assiste a TV aberta e não é mais (cada vez menos) o público-alvo da TV paga. Saída: escolher o que deseja ver. Onde? Na Web.

A vantagem do projeto da Google, a meu ver, está na capacidade de "mimicar" funções desejáveis da TV na Web de hoje, tais como oferecer right-out-of-the-box coisas como busca dinâmica de conteúdo, gravação e acesso DVR (...) todas aquelas coisas prometidas pelo TiVo que nunca chega ao Brasil, e a TV digital que já está aqui... mas não está. É todo um hardware ainda mal compreendido, porque tem sido mal veiculado. E o tio Jobs pluga o seu e sai vendendo AppleTV nos intervalos comerciais.

A saída é coronelizar a própria programação — é o jeito.

E enquanto isso, viva o torrent legal, os festivais indies de mídia, os cabras do Vodo.net e o... YouTube?

Leia mais sobre: , .

relacionados


Comentários