Meio Bit » Baú » Demais assuntos » App do Dia: Time Tree

App do Dia: Time Tree

15/10/2010 às 15:01

Um dos enganos básicos dos fundamentalistas e seu discurso contra a Teoria da Evolução é dizer que não há exemplos de Evolução em andamento. Agora nos EUA uma mula chamada Christine O'Donnell, candidata ao Senado "provou" que não existe Evolução ao afirmar que nunca viu um macaco virar um homem, no zoológico.

Isso só prova que não existe Digievolução.

Na verdade há sim exemplos de Evolução em períodos bem curtos, de algumas décadas, mas as grandes mudanças são lentas e graduais, as espécies se adaptam, geram novas espécies no decorrer de muito, muito tempo. Isso é documentado tanto por fósseis como por DNA.

A Vida na Terra está toda interligada, não no sentido ecochato, (sorry, Capitão Planeta) mas geneticamente. É possível determinar inclusive o mais antigo ancestral comum entre duas espécies. (Spoiler: É o Plínio)

É isso que a bela aplicação Time Tree faz.

Criada pelas universidades do Arizona e Penn State, é uma versão do banco de dados disponível no site, onde você insere dois seres vivos (em inglês) e recebe de volta um sumário evolutivo de ambos.

No exemplo da imagem de abertura tentei determinar quando os gatos e os tigres se separaram . 8,2 milhões de anos atrás. 13.600 vezes os 6000 anos de idade da Terra, segundo os fundamentalistas.

No gráfico vemos a separação entre humanos e baleias, separados 98.2 milhões de anos atrás. Eu sei, parece que foi ontem, mas sua Ex não conta.

Acima um momento em que a aplicação falhou. Pesquisei o ancestral comum mais antigo entre Humanos e Salsinhas, e deu 1,4 bilhões de anos atrás. Qualquer um que convive nas Interwebs sabe que esse ancestral ainda não existe.

Os principais passos evolutivos entre as espécies são listados, cada elemento na tela acima quando clicado leva para o artigo científico correspondente. Sim, a aplicação é toda baseada em dados e pesquisas, achou que era o quê? Fé?

A aplicação é gratuita, disponível no iTunes, basta clicar aqui que ele abre.

Dica do Átila, a Rainha Vermelha, via Twitter

Leia mais sobre: , .

relacionados


Comentários