Meio Bit » Baú » Fotografia » Perca peso agora, pergunte-me como. Como? Com software

Perca peso agora, pergunte-me como. Como? Com software

11/10/2010 às 16:38

Nos primórdios da Internet um dos sites mais divertidos era uma paródia, o Perca Peso Mentindo. Hoje isso se tornou uma realidade, graças a esforços de cientistas expandindo as fronteiras da manipulação de imagens.

"Ah, mas é Photoshop, qual a novidade?"

A novidade, meu caro chato, é que não estamos falando de manipulação de imagem 2D. O trabalho acima é de um grupo de pesquisadores das Universidades de Hong Kong, TelAviv e Zhejiang, e o buraco é muito mais embaixo. (mas pode ser movido através de manipulação de parâmetros)

O projeto mapeia a pessoa na imagem em um modelo 3D do corpo humano. Com isso o software trata o corpo como um objeto (roam-se feministas) e o distorce, segundo informações (no exemplo) de peso e altura. Os dados visuais são arranjados e redistribuídos, sem depender de chutes por parte do operador.

Veja o vídeo, é impressionante:

"Ah, mas o fundo distorce também!, FAIL!"

Oi chato, ainda por aqui? Sim, o fundo distorce. Remoção de fundo de imagens é algo básico e trivial para qualquer um que mexa com gráficos. O vídeo é apresentação de um trabalho científico e todos os envolvidos SABEM que a imagem será destacada do fundo em um eventual uso profissional da tecnologia. Agora continuemos:

As alterações podem ser feitas inclusive em partes específicas, então aquela cena do Mulher Nota 1000, com os garotos aumentando as tufas da roboa via software se tornou realidade (em termos).

Não bastasse esse projeto, um cidadão do Instituto Max Plank de Informática, em Saarbrücken, Alemanha desenvolveu uma técnica semelhante mas... para vídeos.

O projeto de Christian Theobald (e outros) também mapeia em 3D os humanos no vídeo, mas gera uma saída igualmente tridimensional. Na imagem acima o controle de músculos é exemplificado, é mais eficiente que o soro do supersoldado que Steve Rogers tomou.

Veja no vídeo como a tecnologia funciona; atores podem ser transformados em peso, altura, tamanho das pernas, tudo. Tom Cruise nunca mais teria que usar salto alto e plataformas pra ficar do tamanho das atrizes que contracena.

Isso com certeza chegará muito rápido a Hollywood e eventualmente aportará nas webcams, daqui a uns 4 ou 5 anos. Aí, meu amigo nem o famoso "tem cam?" vai adiantar, você continuará sendo enganado. A única saída será essa tecnologia ser adaptada para lentes de contato, se bem que Tequila tem o mesmo efeito.

Leia mais sobre: .

relacionados


Comentários