Meio Bit » Baú » Internet » Windows Live Spaces dá lugar ao WordPress

Windows Live Spaces dá lugar ao WordPress

O serviço estava condenado; O jeito foi migrá-lo e tornar seu fim mais "suave".

28/09/2010 às 9:14

Já era bronca antiga de quem usava (alguém aí?) o serviço Windows Live Spaces, ativo desde de 2004: faltava recursos. Pouca personalização num serviço que pretende ter um uso pessoal era, facilmente, uma das deixas que fizeram outros serviços de criação de blogs, como o Blogger e o WordPress, terem mais sucesso e até hoje serem os mais usados. Enquanto a plataforma da Google é mais voltada aos autores mais casuais, a da Automattic era usada tanto para blogs pessoais quanto para profissionais, por ser possível usá-la em uma hospedagem própria, com muito mais opções.

Visto que o Live Spaces não tinha mais fôlego, e a Microsoft não queria tentar outra investida para popularizá-lo, restava dar ao serviço um final mais feliz do que seu simples encerramento. O jeito foi fazer uma parceria com um dos seus concorrentes diretos mais bem sucedidos. A escolha da empresa foi pelo WordPress.com, que, diga-se de passagem, foi a melhor possível para um serviço que poderia acabar e mostrar uma simples página de erro 404.

Desde ontem, quem entra no Live Spaces encontra uma página de migração, caso tenha já um blog criado nele, ou um redirecionamento para o WordPress, caso nunca tenha feito nada no finado serviço. É ainda possível salvar a página existente no computador local, apaga-la de vez ou então continuar aproveitando os últimos instantes de seu “espaço”, que tem data para acabar: março de 2011.

Via Windows Team Blog.

Leia mais sobre: , , .

relacionados


Comentários