Meio Bit » Baú » Games » Kudo Tsunoda: Quase ninguém joga FPSs no PC

Kudo Tsunoda: Quase ninguém joga FPSs no PC

Para um dos responsáveis pelo Kinect, gênero só é jogado nos consoles.

20/09/2010 às 17:00

dori_halo_20.09.10

De vez em quando algum figurão da indústria faz certos comentários que, sinceramente, são tão absurdamente nonsenses que qualquer tipo de crítica acaba sendo desnecessária. Veja por exemplo o Sr. Kudo Tsunoda, um dos principais nomes por trás do Kinect e que para tentar defender o acessório, fez uma analogia com os FPSs, argumentando que da mesma forma como as pessoas não acreditavam que eles dariam certo nos consoles, também se surpreenderão quando o sistema de detecção de movimentos funcionar bem com o gênero.

Halo fez um fantástico trabalho ao construir um jogo de tiro em primeira pessoa para os consoles e agora, dificilmente alguém joga FPSs nos computadores. Se pensar na forma como o gênero evoluiu, ele começou no PC. As pessoas por muito tempo tentaram converter os shooters do PC para os consoles. É tudo sobre os consoles e sinto que acontece o mesmo com o Kinect. Se você tenta pegar algo que foi feito para o controle e convertê-lo para o Kinect, não será uma boa experiência porque foi feito para o controle.”

Espere aí! Quer dizer então que o sucesso alcançado pelo Halo fez com que todos largassem aquele que provavelmente é o mais popular estilo de jogo do PC? Tudo bem Sr. Kudo, eu poderia entender a sua comparação e aceitar que os críticos poderão cair da cadeira quando algum jogo em primeira pessoa mostrar que funciona no Kinect, mas será que devemos desconsiderar o sucesso alcançado pela Valve, pela id Software, pela Activision e tantas outras produtoras que lançam seus jogos de tiro em primeira pessoa e pasmem, vendem horrores nos computadores?

Talvez as estatísticas do Steam estejam sendo manipuladas, mas será que ele acharia surpreendente saber que dos 10 títulos mais jogados por lá, 7 são FPSs? Pois eu não vejo surpresa alguma nisso.

[via GameInformer]

Leia mais sobre: , , , .

relacionados


Comentários