Meio Bit » Baú » Indústria » Intel adere à práticas monopolistas

Intel adere à práticas monopolistas

14/02/2006 às 3:48

Sem conseguir dar ao mercado um processador que seja uma resposta satisfatória aos últimos modelos da AMD (que foi a primeira a lançar x86 com 64bits e a primeira a lançar x86 com dois núcleos) a Intel, sofrendo fobias pelo crescimento de vendas da competidora nos últimos meses, decidiu apelar para uma velha prática do mercado. Aproveitando-se de ainda ser a mais respeitada empresa do segmento de micropocessadores para computadores (quadro que não deve durar muito mais tempo) a Intel começou a fechar acordos com softwarehouses e montadoras de equipamentos que visam excluir a linha de produtos da AMD.

O mais recente desses acordos (e que está causando polêmica) foi com a Skype. Segundo o acordo software para conferência usando VOIP da Skype permitiria até 10 canais de comunicação simultâneos para conferência quando rodado em certos modelos de processadores Intel, enquanto que outros modelos da própria Intel e todos os modelos da AMD rodariam o software com uma limitação de 5 canais simultâneos. Não há justificativa técnica para isso, nem o acordo deixa claro que tipo de vantagem a Skype receberia para isso. Talvez muito dinheiro da Intel para suas operações.Isso forçará usuários (principalmente do setor corporativo) que queiram usar tecnologia da Skype a optar obrigatoriamente por máquinas equipadas com certos modelos de processadores Intel. Pode não parecer muito por enquanto, mas a Intel deixou claro que pretende fechar acordos semelhantes com outras grandes empresas de software para que muitos recursos de vários produtos só possam ser usados em máquinas equipadas com processadores da Intel.

Foi a melhor saída que os executivos da Intel encontraram para frear o crescimento da AMD no mercado, já que a maioria de seus produtos hoje perde para os modelos concorrentes da AMD em muitos aspectos importantes. Parabéns para a Intel, pois monopólios forçados são realmente tudo que precisamos para que o mercado de informática seja mais competitivo e forneça produtos melhores a preços justos para o consumidor. Nunca torci tanto para a AMD.

relacionados


Comentários