Meio Bit » Baú » Indústria » Pra não dizer que não falei do Chrome

Pra não dizer que não falei do Chrome

06/09/2010 às 17:12

No último dia 02, o Chrome completou dois anos de “vida”. E, em comemoração, a Google liberou uma nova versão estável: a sexta, para Windows.

Apesar de não ver grande necessidade em ter mais de dois navegadores instalados no micro (o Fx e o IE mostram todas as páginas que preciso) e não ser um sujeito tão afoito que não possa esperar mais cinco segundos durante o carregamento de alguma página, resolvi instalar o Chrome e verificar se a lentidão ao abrir o Gmail era problema meu (“coisa do psíco”), do Firefox ou do Explorer.

Baseado puramente em observação, sem nenhum parâmetro técnico, realmente o navegador é muito mais rápido que o IE e um pouco mais rápido que o Fx, na maioria dos sites com javascript. E esta última versão tem pequenas mudanças estéticas, além do aumento de velocidade (Santo Graal dos fabricantes de navegadores, não?!).

Segundo a Net Applications, o Chrome tem comido pelas beiradas o mercado do Fx e do IE: já tem 7,52% da preferência dos usuários, contra 22,93% do Fx e 60,4% do IE.

Como o ciclo de desenvolvimento do Chrome, segundo a Google, será de seis semanas, em breve teremos a versão 7, com suporte a aceleração gráfica via hardware. Particularmente, prefiro ciclos mais longos (obviamente, com correções de bugs entre os lançamentos), seguindo a filosofia Mozilla. Mas, para quem gosta, o Chrome pode ser baixado no Baixatudo.

relacionados


Comentários