Meio Bit » Baú » Games » Vicia em MMO e processa produtora

Vicia em MMO e processa produtora

Depois de se ver viciado no Lineage II, homem processa a produtora por não ter lhe avisado dos riscos.

23/08/2010 às 15:40

dori_lin_23.08.10

É muito provável que a maioria dos leitores do Meio Bit Games já ouviu alguém dizer, principalmente durante a adolescência, que ele está viciado em videogame, mas será que algum de vocês já pensou em processar a fabricante de algum jogo por causa disso? Pois o havaiano Craig Smallwood chegou a tal ponto.

Depois de jogar o Lineage II por mais de 20 mil horas entre 2004 e 2009, o homem alegou que o jogo “o impossibilitou de realizar tarefas corriqueiras, como levantar-se, vestir-se, tomar banho e se relacionar com a família e amigos“ e afirmou que nunca teria começado a jogar caso “soubesse que se viciaria no jogo,” jogando todo a culpa na NCSoft, que “foi negligente ao não avisar ou instruir o reclamante e outros jogadores do Lineage II de suas perigosas e deficientes características, além dos cuidados e maneiras corretas de se usar o jogo.”

Acho essa história tão absurda que sinceramente nem sei direito o que comentar, mas acho que um processo como este não deveria nem ser aberto, já que isso provavelmente resultará num acordo entre o sujeito e os advogados da empresa. O grande problema disso é abrir precedentes e penso que qualquer pessoa em sã consciência sabe dos “perigos” de se começar a jogar videogames.

Depois dessa fiquei até com medo de indicar promoções do Steam por aqui ou pior, comentar sobre os MMOs que se tornam gratuitos, vai que algum lunático inventa que eu fiz com que ele perdesse sua vida social.

[via Threat Level]

relacionados


Comentários