Meio Bit » Baú » Games » S.T.A.L.K.E.R. em promoção no Steam

S.T.A.L.K.E.R. em promoção no Steam

Promoção do Steam traz bundle com jogo e sua última expansão.

20/08/2010 às 7:54

dori_sta_20.08.10

Se tem algo que os compradores de jogos no Steam devem ter aprendido, mesmo que a duras penas, é ter paciência. Aquele jogo que você está louco para jogar pode se tornar mais barato há qualquer momento e aquilo que parecia ser um grande negócio num dia pode acabar lhe fazendo gastar dinheiro num título que não lhe interessa muito e te deixar sem condições de aproveitar a próxima promoção. Dessa vez eu dei sorte.

No meio dessa semana o serviço de distribuição digital da Valve fez uma promoção com o jogo Borderlands e como ele passou a custar US$ 10, pensei seriamente em comprá-lo. Porém, como joguei um pouco da versão do Playstation 3 e seu estilo não me agradou muito, acabei deixando passar, quem sabe para pegá-lo numa outra oportunidade.

Acontece que hoje, ao ligar o computador, dou de cara com o início da promoção do final de semana e o bundle escolhido para ela contêm o S.T.A.L.K.E.R. : Shadow of Chernobyl e sua recém lançada expansão S.T.A.L.K.E.R.: Call of Pripyat, que dizem ter corrigido várias falhas do original e expandido consideravelmente o universo da série. O valor cobrado por eles é de US$ 9,99, ou seja, 75% de desconto e significa pagar menos de R$ 20 por dois jogos que parecem muito interessantes. Só achei estranho a primeira expansão ter sido deixada de fora.

Caso não conheça, S.T.A.L.K.E.R. foi desenvolvido pelos ucranianos da GSC Game World e como o nome sugere, se passa na cidade de Chernobyl, onde um segundo acidente nuclear teria ocorrido e devastado o lugar, enchendo-o de criaturas mutantes e figuras assustadoras. No papel de um homem que perdeu a memória e atua na “Zona” como um explorador, nossa vida não será nem um pouco fácil.

O que sempre me chamou a atenção no jogo, além de sua ambientação fascinante, é a mistura de jogo em primeira pessoa com RPG, já que devemos negociar objetos com os NPCs e conversar com eles para obter novas missões, tudo em um mundo aberto pós-apocalíptico inspirado na Zona da Alienação e sob um clima terror bastante pesado. Só de pensar que poderei caminhar pelo parque de diversões, o hospital e a escola de Pripyat, não tenho dúvidas de que o investimento valeu a pena.

Leia mais sobre: , , .

relacionados


Comentários