Meio Bit » Baú » Mobile » Nokia X3 — Chiquitito Pero Cumplidor

Nokia X3 — Chiquitito Pero Cumplidor

Nokia anuncia X3 touch and type, celular híbrido com teclado numérico físico e tela sensível a toques.

18/08/2010 às 9:22

A Nokia está apanhando feito Daniel LaRusso no mercado dos Smartphones, é fato, mas o mundo não é mais tão simples, tão preto-e-branco. Não dá mais pra dividir entre pobrefones, smartphones e xing-lings correndo por fora. Há toda uma graduação de smartphones high-end como o iPhone 4, dead end como o N900 e os low end, como o Dext. E parece que a Nokia está entrando bem (no bom sentido) nesse mercado, o X3 não é um iPhone killer, mas terá uma boa carreira como Blade Runner, se é que me entendem...

Vejamos o que tem no bichinho:

  • 106.2mm x 48.4mm x 9.6mm
  • 78g
  • 17 dias de standby
  • 5.3 horas de conversação GSM, 3.5 3G
  • Tela QVGA 320x240 262K cores (igual a do E71)
  • WIFI
  • Bluetooth 2.1
  • microUSB
  • conector AV 3.5mm
  • microSD de até 16GB
  • câmera 5 Megapixels
  • rádio FM
  • touchscreen

Sim, ainda é Symbian, os problemas da plataforma estão aí, mas um motor Ferrari num Fusca não causa problemas se bater pino acima de 300 km/h, pois o resto do conjunto não permitirá que ele atinja tal velocidade. Como o aparelho não é um smartphone high-end, não vejo um dono de X3 fazendo um uso esquizofrênico de instalação de aplicações / músicas / filmes como um usuário de iPhone / Droid / Xperia.

A entrada de dados pode ser feita via Touchscreen ou via teclado físico, pelo clássico T9, e quem já viu (ou foi) um adolescente maníaco usuário de SMS sabe que é possível escrever tomos inteiros em minutos com um tecladinho desses. Só requer prática e 12 dedos por mão, mas evoluiremos isso em uma ou duas gerações, se tanto.

O X3 tem capacidade de rodar aplicações da Ovi Store, email, redes sociais, web. Ele pode se tornar um excelente segundo telefone, um not-so-smartphone, uma espécie de Dustin Hoffman pro seu telefone principal, para ser levado no lugar dele em uma balada (balada é paulistês, em português carioca dizemos "night") ou no caso de um uso mais profissional, caso você tenha que ir em algum buraco quente e não queira levar seu notebook ou smartphone zero bala, mas ainda precise de conectividade decente.

http://www.youtube.com/watch?v=zmqf_nktDag

Eu vejo o X3 como uma evolução do venerável Nokia 6600, excelente rechonchudo celular, que provou que um telefone pode sofrer de hidrocefalia e ainda assim ser um membro produtivo da sociedade, amado por milhões de usuários. O meu funciona até hoje. Do X3 dá pra dizer sem errar que a Nokia mandou bem no design. O bicho é muito bonito. Corre o risco de atrair inclusive quem não precisa de um X3. E a um valor (lá fora) de R$282,00, sem descontos ou subsídios, eu quero!

Leia mais sobre: .

relacionados


Comentários