Meio Bit » Baú » Internet » Facebook vs. orkut

Facebook vs. orkut

Facebook e orkut, qual é a melhor rede social?

30/07/2010 às 13:14

Presenciamos, já faz algum tempo, o nascimento de uma rixa entre a maior rede social do mundo e a mais popular no Brasil, Facebook e orkut, respectivamente. Num post publicado no Google Discovery, uma pequena flamewar desecadeou-se quando um comentarista (ou troll, ainda não consegui identificar) incitou ser o orkut inferior. Escreveu ele:

De que adianta o orkut ser relevante no Brasil e IRRELEVANTE para o resto do mundo. ´Brasileiro adora lixo. kkkkkk

Off-topic, mas importante: sempre desconfie de quem ri "kkkkk" na Internet.

Questionamento: o fato do orkut ser relevante apenas no Brasil implica malefícios aos seus usuários?

Pergunta fundamental: o orkut é, de fato, inferior ao Facebook?

Facebook vs. orkut. À última pergunta, e aqui vale frisar que trata-se de uma opinião, minha resposta é sim. Há tempos venho ensaiando um post que ilustre onde e por que o Facebook se sobressai, principalmente no fator social. É um assunto espinhoso e meus argumentos estão longe de serem definitivos, mas acredito que possam ser o pontapé inicial de mais uma saudável discussão nos comentários.

Ao abrir Facebook e orkut, hoje, vemos duas redes sociais com propósitos bem distintos, fruto da visão de suas detentoras. O Facebook, nascido para manter relacionamentos e tudo mais, há meses passa por uma reformulação conceitual no que tange ao escopo. A privacidade lá foi jogada em segundo plano, a geração de conteúdo (público) passou a ser o mantra de Zuckerberg, que, aliás, cometeu o terrível erro de dizer que privacidade é desnecessária — e agora está pagando caro por isso sendo seguido pelos caras da Gawker.

O orkut, que em boa parte sagrou-se a rede social favorita do Brasil por permitir a bisbilhotagem marota e indiscriminada de perfis e fotos alheias, tem na privacidade dos recados, fotos e depoimentos um forte apelo entre seu público, mesmo sendo essas ferramentas mais limitadas que as equivalentes do Facebook. A situação é tão imutável que, quando a Google, dona do orkut, tentou implementar mudanças para aumentar a privacidade, os usuários reclamaram da perda dela, fazendo a equipe de desenvolvimento voltar atrás.

O quadro exposto acima mostra-se sem nexo no momento em que, mesmo tendo ferramentas de privacidade superiores (e, faz pouco tempo, compreensíveis), o Facebook é deixado de lado pela maioria no Brasil, que adota o orkut justamente pelas suas simples e limitadas, porém eficazes, ferramentas de... privacidade.

Não seria justo, ainda, deixar de lado a assiduidade do orkut, que querendo ou não, "segura" muita gente disposta a experimentar algo novo por lá. É a velha questão da fragmentação e falta de diálogo entre as redes: muita gente permanece no orkut porque todos os seus amigos estão lá. Essa mesma situação repete-se em programas de bate-papo, campo no qual muitos reclamam do excesso de penduricalhos do Windows Live Messenger, mas se veem impossibilitados de trocá-lo devido aos contatos, que também só usam o Live Messenger.

Diferenças expostas, vemos que cada rede tem uma "pegada" social diferente. E quando colocadas lado a lado, no que, exatamente, o Facebook mostra-se melhor?

Na interatividade.

Quando o Facebook explodiu com seus milhares de aplicativos, a Google correu atrás e lançou o serviço OpenSocial. Foi uma resposta bem-vinda, mas que não se mostrou capaz de fazer frente ao Facebook justamente porque só o Brasil usa o orkut, e mesmo sendo uma plataforma aberta para outras redes, nenhuma de renome aderiu — ou, se aderiu, também não foi capaz de alavancar o desenvolvimento nela. Nesse aspecto, estar limitado ao Brasil afeta indiretamente e com força o orkut. Desenvolvedores terceiros, entre desenvolver para o Facebook (mundo inteiro) ou o orkut (Brasil), não precisam pensar muito para tomar uma decisão...

Além da questão dos aplicativos, nota-se que o Facebook é mais robusto ao lidar com a identidade do usuário na Web. A ideia de ter um lifestreaming integrado à rede social e compartilhado com seus contatos é muito interessante, mesmo para aqueles que só ficam no básico (Twitter e Facebook). A interatividade nos perfis, a liberdade de comentários aliada às poderosas opções de privacidade, são tudo que o usuário do orkut jamais sonhou em ter e, dada a recepção das últimas tentativas de melhorar a rede, jamais terá mesmo.

Hoje, todos os posts que publico em blogs, fotos que submeto ao Flickr, vídeos que envio para o Vimeo, dentre outras ações, caem no meu perfil do Facebook, com a possibilidade de filtrar, entre meus contatos, exatamente quem pode e quem não pode ver cada um desses itens. Além disso, ainda posso fazer uma atualização de status e desencadear discussões pra lá de legais, como essa. No orkut? Nunca vi, salvo combustível para o GTO ou comentários em fotos...

Uma alegação comum de amigos e conhecidos é que o Facebook é muito complicado. Não diria ser complicado, mas sim diferente do orkut. Existe uma curva de aprendizado que a maioria não está disposta a aprender, e isso impede o avanço do Facebook em solo brasileiro. O que é uma pena, diga-se de passagem.

Cartas na mesa, encerro resumindo o papo: Facebook se sobressai em relação ao orkut por ter mais desenvoltura e ser mais flexível. O orkut permanece estagnado, em parte devido à mentalidade fechada dos usuários e, em outra, ao receio da Google em desagradá-los. E você, qual das duas prefere? Responda, mas justifique 😉

relacionados


Comentários