Meio Bit » Baú » Mobile » Dell Streak: "clone chinês" premium do iPad?

Dell Streak: "clone chinês" premium do iPad?

Análises sobre o híbrido Dell Streak, que tenta ser smartphone e tablet ao mesmo tempo, não são muito positivas...

28/07/2010 às 13:16

A princípio achei que seria um tablet, pegando carona no sucesso do iPad e oferecendo uma experiência similar. Mas depois de ler a análise do Dell Streak publicada pela Wired inglesa, essa definição caiu por terra.

Dell Streak.

Segundo Priya Ganapati, que analisou o gadget na referida publicação, o Streak ocupa o apertado espaço existente entre smartphones e tablets. Ele tem a proposta de ser um gadget voltado ao consumo, como tablets em geral, mas com uma "pegada" mais voltada à experiência de uso de smartphones top, característica essa reforçada pelo fato dele rodar Android e (pasme) funcionar como um telefone.

O Dell Streak é um celular. Durma com esse barulho.

Quem achava as 4,3" do Droid X e HTC EVO 4G exageradas, o que irá pensar das 5" (CINCO POLEGADAS!) do Streak? Pelo menos ele é fino (9,9 mm) e leve (220 gramas), mas ainda assim... deve ser tão estranho ver alguém usando a função de celular dele quanto ver alguém fazendo o mesmo com um Nokia N-Gage.

Detalhes ergonômicos à parte, o hardware do Streak impressiona. Ele é movido por um Snapdragon de 1 GHz, traz câmera de 5 MP e o telão tem resolução de 800x400.

Na conclusão de sua análise, Ganapati (da Wired) não demostrou muito entusiasmo com o brinquedo:

"Não há nada nele que me faça querer abandonar meu smartphone ou tablet."

Em outro texto sobre o Streak, Melissa Perenson, da PC World, sentenciou:

"Minha experiência com o Streak resume bem a natureza 'esquizofrênica' do aparelho: ele pode ser um gigantesco smartphone vitaminado (nem tanto) ou um tablet que cabe na palma da mão (quase lá). Mas no final das contas, apesar do seu design único e apelo como um portátil de mão para consumo de mídia, no dia a dia o Streak acaba se parecendo mais com um aparelho Android do ano passado."

Emitir opiniões sem ter tido contato com o gadget é um erro (sim, um erro) que costumo evitar, mas nesse caso, não dá. Corro o risco de morder a língua lá na frente, mas lá vai: ficou a sensação, após ler a análise, de que o Dell Streak é uma versão premium dos aPad, ePad, AiPad, enfim, dos clones chineses do iPad vendidos na DealExtreme. Até o Android é o mesmo (1.6, promessa de atualização para 2.2 no fim do ano)...

O preço do Streak nos Estados Unidos (também de acordo com a Wired) em hipótese alguma serve de parâmetro para o daqui no caso de um eventual lançamento brasileiro, mas dá uma boa dimensão do seu posicionamento junto à concorrência. Com contrato de dois anos com a AT&T, sai por US$ 300,00; livre leve e solto, o preço salta para US$ 550,00.

E aí, vai encarar?

Leia mais sobre: , , , .

relacionados


Comentários