Meio Bit » Baú » Internet » Para quem gosta de aventura: Google Chrome Canary Build

Para quem gosta de aventura: Google Chrome Canary Build

A versão de testes atual do Google Chrome é feita através de um canal que sobrepõe a versão estável. Para poder lançar versões menos testadas (e consequentemente mais perigosas) sem afetar as versões estáveis, a build Canary foi lançada.

26/07/2010 às 15:00

O canal dev do Google Chrome é interessante pela quantidade de novidades que brotam toda semana por lá, com o custo de algumas novidades tornarem o navegador instável. Mas para alguns (inclusive para os próprios desenvolvedores), esse nível semanal de atualizações ainda é muito longo, e por isso foi lançada há poucos dias uma build apelidada de Canary.

Canary, rodando lado a lado com a versão normal.

Canary, rodando paralela à versão normal.

Nela, as atualizações são muito mais frequentes, já que são versões que a equipe de desenvolvimento do navegador solta para seus testes internos mais primários, podendo haver duas ou mais atualizações num mesmo dia. A ideia é criar um outro canal de feedback, este voltado a usuários mais avançados e que compreendem o risco (nesta build ainda mais iminente) que existe numa versão de testes e estão dispostos a colaborar, não xingar.

Só que essa alta chance de falhas que existe, e que poderia tornar o navegador não só instável como inacessível em um piscar de olhos, pede uma outra diferença entre as versões de teste normais. É aí que entra a vantagem maior da build, que é a de ser instalada em paralelo às outras. Com isso, não há alterações nem substituições da versão menos atual porém mais estável (stable, beta ou dev), inclusive no que se refere ao histórico, cookies, extensões e toda a parafernália que existe num perfil de usuário (ao contrário da build de testes do Firefox, Minefield, que usa o mesmo perfil da versão estável e pode estragar o que ali existe caso haja uma falha grave e o usuário não tenha um backup).

Se você achava a versão de testes atual não bugada o suficiente muito parada e com a desvantagem de sobrepor a versão normal, o download da build Canary pode ser feito por aqui. Por enquanto Mac OS X e Linux ficam de fora, e apenas a versão para Windows está disponível. Uma explicação detalhada dos objetivos da build pode ser encontrada na página de discussões do Chromium-dev.

Fonte: LifeHacker.

Leia mais sobre: , .

relacionados


Comentários