Meio Bit » Baú » Indústria » RIM, HTC e Nokia respondem críticas de Jobs ao sinal de seus smartphones

RIM, HTC e Nokia respondem críticas de Jobs ao sinal de seus smartphones

RIM, Nokia e HTC respondem críticas da Apple à recepção dos seus aparelhos. O tom não é nada amigável...

19/07/2010 às 8:35

Na última sexta-feira, Steve Jobs reuniu a imprensa para falar sobre a grotesca falha de projeto do iPhone 4 que faz com que o aparelho perca o sinal quando segurado com a mão esquerda. O todo poderoso da Apple primeiro disse que não havia problemas, depois disse que distribuiria bumpers gratuitamente para todos proprietários do novo modelo (momento WTF!?) e, num belo exemplo de trollagem, tratou de jogar m... no ventilador, falando que o problema existe na concorrência também.

You failed (too).

You failed (too).

Óbvio que essa afronta teria retaliações. Não demorou muito para as três empresas citadas nos exemplos responderem a acusação de que, afinal, não é só o iPhone que é fresco e não gosta de uma apertadinha com a mão esquerda.

Das três, apenas a HTC não emitiu um comunicado oficial. Em vez disso, informou à imprensa, por meio de Eric Lin, gerente global de relações públicas e comunidades online, que a taxa de reclamações sobre a recepção de sinal do HTC Droid Eris, modelo mostrado durante a apresentação de Jobs, é de apenas 0,016%. Lembrando que, no caso do iPhone 4, esse número, oficialmente, é de 0,55%.

RIM e Nokia, por outro lado, não pouparam críticas. A RIM emitiu o comunicado abaixo, escrito pelos CEO da empresa, Mike Lazaridis and Jim Balsillie, e traduzido pelo pessoal doBlackberry Brasil:

"É inaceitável a tentativa da Apple em aproximar seu próprio fracasso a RIM (fabricante do BlackBerry). As alegações da Apple a respeito dos produtos da RIM são tentativas deliberadas de alterar o entendimento do público de um problema no design da antena do iPhone 4. Assim é desviado a atenção da situação difícil da Apple.

A RIM é uma empresa líder no mundo quando se trata do design da antena. Ao projetar produtos wireless líderes de mercado sempre teve sucesso por oferecer um desempenho eficiente e eficaz de rádio por mais de 20 anos.

Durante toda esta história de sucesso a RIM sempre evitou projetos como o iPhone 4 da Apple, em vez disso sempre utilizou projetos inovadores que reduzem o risco de chamadas perdidas, especialmente em áreas de pouca cobertura do sinal.

Uma coisa é certa, os clientes da RIM não precisam utilizar capas protetoras em seus smartphones BlackBerry para manter um nível de sinal e conectividade apropriados. Certamente que a Apple fez algumas decisões de design e por este motivo deve assumir as responsabilidades por estas decisões ao invés de tentar aproximar a RIM e outras empresas do ramo a um problema que diz respeito somente a Apple".

A Nokia seguiu a mesma linha, e emitiu o seguinte informe imediatamente após a conferência (tradução livre, original aqui):

"Design de antena é um assunto complexo e tem sido uma competência prioritária na Nokia por décadas, através de centenas de modelos de celulares. A Nokia foi a pioneira nas antenas internas; o Nokia 8810, lançado em 1998, foi o primeiro telefone comercial com essa característica.

A Nokia investiu milhares de horas/homem estudando o comportamento humano, incluindo como as pessoas seguram seus celulares para chamadas, música, navegação Web e por aí vai. Como você poderia esperar de uma companhia focada em conectar pessoas, nós priorizamos o desempenho da antena em relação ao design físico se eles entram em conflito.

Em geral, desempenho da antena num dispositivo/telefone móvel pode ser afetado por uma pegada apertada, dependendo de como o dispositivo é segurado. É por isso que a Nokia desenha seus celulares visando garantir desempenho aceitável em situações reais, por exemplo quando um aparelho é segurado com qualquer das mãos. A Nokia investiu milhares de horas/homem estudando como as pessoas seguram seus celulares e e permitir isso nos projetos, por exemplo, colocando antenas no topo e na parte inferior do telefone, selecionando cuidadosamente os materiais e seu uso no design da mecânica."

A Apple, sem muita surpresa, não respondeu aos comunicados dos concorrentes.

Fontes: @biakunze (2) e Mashable.

Leia mais sobre: , , , , , , .

relacionados


Comentários