Meio Bit » Baú » Games » Avaliação / Review - Ratchet: Deadlocked (Playstation 2)

Avaliação / Review - Ratchet: Deadlocked (Playstation 2)

06/01/2006 às 7:14

O Playstation2 parece outra máquina quando programado por eses desenvolvedores exclusivos que estão com o PS desde o começo. É como um novo Mario ou Zelda da Nintendo - você fica impressionado com o que eles conseguem fazer com o console. Como a Naughty Dog, que há 1 ano lançou Jak 3 e o famoso site IGN comentou: 'Como pode um jogo de playstation 2 ter gráficos e animação melhores que 95% dos jogos para Xbox e Gamecube??'

Mas desta vez estou falando da Insomniac Games, desenvolvedora da série Ratchet & Clank, a melhor série de plataforma na minha opinião para o PS2. Afinal, qual jogo de plataforma você tem disposição a mais de 15 armas e pode escolher jogar em primeira pessoa? O terceiro jogo da série, Ratchet and Clank: Up Your Arsenal, proporciona mais de 15 horas de diversão (mais de 30 no meu caso, porque eu quis maximizar todas as armas e achar todos os bônus) e mistura em partes iguais combate intenso e segmentos de plataforma muito difíceis, sem aquela coisa de ficar coletando 100, 200 moedas ou estrelas ou florzinhas para passar de fase.

Então, antes de começar esta avaliação, devo dizer para você jogar o terceiro antes. UYA é o melhor da série, além do fato das animações entre as fases, falas dos personagens, etc, fazerem você morrer de rir se você não for um robô.

O Deadlocked foi muito criticado por aí por ter dado ênfase à parte de combate. Mas, se você encarar o jogo como uma estória paralela e não uma sequência direta, você vai se divertir do mesmo jeito.

Nesta quarta aventura, o robozinho Clank não está grudado nas suas costas como no terceiro, ou seja, você não tem todas as habilidades de jetpack, de ter um mini helicóptero para flutuar, não há aqueles cenários imensos e mundos enormes que você pode ver a quilômetros virtuais de distância nem partes em que você tem de quebrar a cabeça para achar os bônus secretos. O jogo é praticamente só combate.

Ele mantém as marcas registradas da série, como as animações hilárias entre fases com muito sarcasmo, o carisma dos personagens, a história que prende seu interesse (menos que no UYA, mas prende), mas desta vez o negócio é sair matando os inimigos como qualquer shooter de PC.

Desta vez, você tem a ajuda de dois robôs cuja inteligência artificial é fantástica (assim como a dos inimigos, que é melhor que em UYA, que já era sensacional - nada de bicho idiota kamikaze correndo na direção do seu rifle de plasma que nem Doom 3) - e de vez em quando os robôs dialogam entre si, e, se você entende inglês bem, você vai rir toda vez que isso acontecer. Ou você pode jogar com um amigo junto sem os robôs. Os seus inimigos também não morrem facilmente como nos outros jogos da série.

O jogo é mais curto e tem um enfoque mais sério, as armas mais 'absurdas' (e engraçadas) do UYA foram retiradas, você morre muito mais facilmente no combate pois você é bem menos resistente, as armas têm um feeling mais real, inclusive o som delas, enfim, o jogo exige reflexos rápidos como em um bom shooter de PC.

A trilha sonora está maravilhosa, melhor ainda que no terceiro, e os gráficos estão da mesma qualidade, porém com efeitos mais sofisticados de luz, partículas, sombras, reflexos...

O mecanismo de mira e tiro é o mais refinado que já vi no PS2, mesmo jogando em primeira pessoa você não pensa 'putz, como um mouse faria diferença aqui...' (sim, faria, mas nada que te atrapalhe, afinal, o melhor jogo do Xbox é Halo 2, que também é um shooter em primeira pessoa).

Também tem o modo online, que não pude experimentar porque meu amigo ficou de me trazer o Network Adaptor dos EUA (eu não vou pagar 120 reais por algo que custa 12 dólares lá! Ele nem vai me cobrar porque dei meu celular velho pra ele mesmo ;).

Enfim, não encare este jogo como mais um de plataforma da série Ratchet & Clank - e faça-me o favor de jogar Ratchet and Clank: Up Your Arsenal para ver como a série 'normal' é um dos melhores jogos existentes para Playstation 2.

Enfm, vamos às notas:

Apresentação: 9 - História simples demais comparado a UYA, porém com cenas tão hilariantes e bem feitas (e em grande quantidade) que você vai rir do começo ao fim.

Gráficos: 10 - Não consigo imaginar um jogo com gráficos melhores para PS2 Está no topo da linha do videogame, assim como Up Your arsenal já estava quando foi lançado, e está até hoje.

Som: 9 - Efeitos sonoros, música e vozes excelentes.

Jogabilidade: 10 - Sistema de mira e tiro melhores do que qualquer outro jogo do gênero para PS2, e melhor do que qualquer jogador de acostumado a PC vai esperar de um console.

Valor: 8 - Jogo curto, bem mais que os Ratchets 'com o Clank', mas você vai querer jogá-lo mais de uma vez para ter acesso à quantidade insana de extras ou mesmo para jogar com um amigo - e ainda tem o modo online que pode significar muitos meses de diversão com o game.

Minha Nota Final: (não é uma média dos valores acima): 8.5 - ganharia um 9 se o jogo não fosse tão curto (mas também não perde em tamanho para a maioria dos shooters de PC, mas eu esperava um jogo que você levasse 15 a 20 horas para acabar, e não 8 a 10 - ou menos se você for apressadinho).

(Só para convencer - ou encher o saco - mais ainda, eu daria 9.7 para o Up Your Arsenal, que aliás acabei há pouco tempo, então jogue ele também!).

relacionados


Comentários