Meio Bit » Baú » Fotografia » PS1 – 1.4 Gigapixels a serviço do estudo do Universo

PS1 – 1.4 Gigapixels a serviço do estudo do Universo

07/07/2010 às 21:50

Eu já tinha ficado impressionado com a câmera de 570 megapixels que equipa o telescópio do Fermilab. Agora, um projeto antigo, que foi anunciado em 2008, acaba de entrar em operação e está usando uma câmera muito mais potente. O projeto PS1 entrou em operação em Maio de 2010 e está fotografando o céu do entardecer até o amanhecer com intervalos de 30 segundos. A resolução empregada por esse projeto chega a 1.4 gigapixels. É suficiente para esquadrinhar uma região do céu onde caberiam 36 luas cheias. Para se ter uma idéia da potência do telescópio, ele oferece uma cobertura de área 3600 vezes maior do que o telescópio Hubble. O principal uso do brinquedo é voltado para o estudo do Universo e esquadrinhar nossa galáxia a procura de possíveis ameaças na forma de meteoros em rumo de colisão.

A peripécia de tamanha resolução é conseguida com a junção de 4.096 sensores CCD com 600x600 pixels de resolução. O sensor montado chega ao tamanho de 40 cm quadrados. Mas, você me perguntaria, por que usar milhares de sensores CCD em vez de um único sensor gigante? A resposta é simples. Pequenos sensores possuem uma leitura mais rápida, impedindo uma sobrecarga de dados. Quando um pequeno sensor apresenta defeito, é mais fácil e econômico substituí-lo do que trocar um sensor gigante. Outra vantagem é poder regular os sensores independentemente, por conta da diferença de luminosidade apresentada em diversos setores das imagens.

É possível encontrar na página oficial do projeto várias especificações técnicas e algumas imagens já feitas com o telescópio.Uma parte interessante dessas fotos que estão a disposição é a capacidade de aplicar zoom nas imagens e ver detalhes das galáxias fotografadas. Muito bacana para quem curte os mistérios do universo.

telescópio-ps1

Fonte: NatGeo

Leia mais sobre: , , .

relacionados


Comentários