Meio Bit » Baú » Hardware » O Computador Falhou. E agora?

O Computador Falhou. E agora?

12/12/2005 às 20:19

Um computador congelando no meio de um jogo ou aplicação pesada, pode dar várias respostas com medidas simples.

Vamos a alguns fatos:
1) O computador passou pelo POST (Power On Self Test) e isso é importante. Significa que o hardware primário está energizando e funcionando corretamente. Ao ser ligado a placa-mãe faz uma série de auto-testes, chamados POST.
2) O sistema operacional (SO) é carregado. Também importante. Isso quer dizer que os endereços de memória usados para o boot, pelo SO estão funcionando, assim como vários outros periférios, drivers e sofwares.

Um sistema operacional funcional significa que o problema ocorre em ocasiões especiais. Normalmente sob estresse, como jogos ou aplicações que demandam mais poder de processamento. Primeiro teste: escolha um protetor de tela de Beziers, coloque ele com o máximo de linhas e o mais rápido possível. Depois de 30 minutos rodando, ele travou?

Se não travar, significa que o computador está apto a fazer tarefas mais simples, como digitar textos, planilhas, navegar na internet, entre outros. Mas passando esse teste, fica a pergunta: o que mais pode estar errado?

1) Drivers. Não há nada que dê mais dor de cabeça do que drivers desatualizados, corrompidos ou conflitantes. Como eles operam em um baixo nível, o mesmo do sistema operacional, são sempre candidatos a causar problemas. Verifique e atualize os drivers de placa-mãe, vídeo, som e demais periféricos. Antes, siga as instruções de fabricantes. O ideal é remover o atual e colocar o novo, após um boot. Faça um por um. Nada de atualizar tudo de uma vez só.

2) Fonte de alimentação. Ela pode não estar fornecendo energia suficiente. Hoje, uma fonte de 500W é padrão para máquinas mais rápidas. Todo o conjunto, durante um jogo ou aplicação, testa os limites do equipamento e o consumo vai nas alturas. Algumas placas principais possuem alarme quanto ao fornecimento de energia.

3) Aquecimento do sistema. Um simples experimento: abra o gabinete e coloque um ventilador na frente dele, voltado para os equipamentos, mesmo com ambiente climatizado. Ele ainda trava durante uma sessão de games?

4) Aquecimento da placa principal. Ela também possui processadores e componentes eletrônicos que aquecem muito. As mais recentes possuem dissipadores e ventiladores para a refrigeração desses equipamentos. O problema é que o ar dentro do gabinete pode estar quente demais, insuficiente para resfriar e causando o aquecimento. Talvez seja necessário a instalação de um exaustor daqueles que ficam no slot de expansão.

5) Falha na placa de rede. Teste simples também. Desabilite a placa e teste offline, caso o problema ocorra em games por internet ou em rede.

6) Memória. Mais comum do que gostaríamos, falhas parciais na memória são uma fonte de frustração. O chip com problemas pode ser um dos últimos do módulo, ou seja, você pode usar o computador, mas quando ele requer um pouco mais, endereços de memória defeituosos são acessados e os dados são corrompidos. A maneira mais segura é usar um programa de diganóstico como MemTest86+. Deixe ele rodar uma vez, cada teste. Se houver problemas na memória, pode ter certeza que irá aparecer.

7) BIOS. Se você instalou um equipamento recentememnte, um upgrade de processador, placa de vídeo, expansão de memória e todos os outros testes deram negativo, tente ainda verificar se a BIOS não precisa de uma atualização. Um flash na BIOS pode resolver muitos problemas, antes considerados falhas de hardware.

8) Malware. Isso engloba qualquer software que faz algo que não deveria ao seu sistema. A máquina reinicia sem razão aparente, a navegação na Internet torna-se muito lenta. A inicialização também. Seria preciso escrever um livro para abordar todos os detalhes do vários tipos de ataque que uma máquina conectada sofre hoje. A solução mais rápida é fazer um backup do que é importante e reformatar o HD. A vantagem, como um amigo meu sempre diz, é que o Windows fica uma maravilha naquele primeiro mês após a reformatação. 🙂
Mas problemas podem ocorrer com qualquer SO. Mesmo administradores de sistemas Linux, Unix normalmente procedem para esse passo ao detectarem um compromentimento do sistema, mesmo que ele seja raro.

O importante é ter paciência e não se desesperar. A solução pode ser mais simples do que você imagina. Basta estar informado(a).

relacionados


Comentários