Meio Bit » Baú » Games » E3 2010 • Sony

E3 2010 • Sony

Em conferência cansativa, Sony revela data do GT5 e surpreende com novo Twisted Metal.

15/06/2010 às 19:15

Extenuante. Acho que essa seria a melhor palavra para definir a conferência da Sony. Ao longo de quase duas intermináveis horas, a empresa japonesa realizou uma apresentação tecnicamente perfeita, mas que na minha opinião falhou em algo crucial: cativar os jogadores. Mesclando apresentações muito longas de alguns jogos, como o Tiger Wood 11 e o Sorcery (com um personagem parecido com o Harry Potter), ambos com suporte ao Move, e clipes mostrando poucos segundos de jogabilidade, foram raras as vezes em que o espectador conseguiu se empolgar.

No início, pudemos ver um pouco do Killzone 3, que poderá ser jogado com o controle Wiimote-like do PS3 e exibirá imagens em 3-D estereoscópico. Graficamente o game está muito bonito, mesmo não se distanciado muito do anterior, mas foi a possibilidade de usarmos um jetpack que realmente chamou a atenção. Também achei que o jogo parece menos genérico que o segundo, tendo ganhado bastante personalidade. Seu lançamento está previsto já para fevereiro de 2011, portanto a espera não será muito longa.

Para quem gosta de conteúdo exclusivo, duas boas notícias, no Playstation 3, a edição de colecionador do Medal of Honor virá com uma versão remasterizada do Frontlines, lançado originalmente para o Playstation2 e quem adquirir o Dead Space 2 do console levará o Dead Space: Extraction, título do Wii e que terá suporte ao Move. Outros que terão conteúdo extra no videogame da Sony são o Assassin's Creed: Brotherhood e o Mafia II.

Em um dos clipes com cenas de vários jogos foi confirmado que o PSP receberá o Patapon 3 e que o Playstation 3 ganhará o Echochrome 2 e imagine, mesmo o God of War: Ghost of Sparta do PSP foi mostrado num desses clipzinhos, com execeção de uma bela CG. Também foram mencionados um novo Time Crysis que funcionará com o Move e um breve trailer mostrou o Heroes on Move, jogo que reunirá diversos mascotes da família Playstation, incluindo Jak, Daxter, Sly Cooper, Ratchet e o Clank. Resta saber como games com jogabilidade tão diferentes funcionarão juntos.

dori_mov_15.06.10 Ainda sobre o Move, ficamos sabendo que seu lançamento está marcado para o dia 19 de novembro e que custará US$ 49,99, como o Navigation Controller (equivalente ao Nunchuk) saindo por US$ 29,99. Haverá ainda um pacote contendo o Move, a Playstation Eye e o jogo Sports Champions por US$ 99,99 e console + Move custará $399,99. Como era de se esperar, a PSN terá mesmo uma versão paga, cuja anuidade custará US$ 49,99 e três meses poderão ser comprados por US$ 18. Entre suas vantagens estão o download automático de atualizações para os jogos, acesso a demos antes dos outros usuários, conteúdo por download exclusivo para certos games e jogos completos, que mudarão a cada mês.

Mas as melhores notícias foram guardadas para o fim da conferência (que parecia nunca se aproximar). Depois de apresentar um rápido vídeo com cenas do Gran Turismo 5, foi confirmado que o jogo será lançado no longínquo dia 2 de novembro e esperamos que isso não mude. Então Gabe Newell, mente por trás da Valve anunciou que o Portal 2 não será lançado no PS3, como terá suporte ao Steam Cloud e acredite, será a melhor versão do jogo que mistura puzzle com FPS.

Para terminar, todos ficaram chocados ao ver que David Jaffe e Scott Campbell estavam no palco para anunciar o tão aguardado (e desmentido) Twisted Metal para o PS3. O jogo terá a adição de veículos como helicópteros e motos e obviamente fará uso da rede online do console para permitir partidas multiplayer entre 16 jogadores e um interessante modo chamado nuke foi mostrado, onde teremos que raptar o líder do outro time e sacrificá-lo, para assim disparar um míssil contra um enorme boneco de metal suspenso no mapa.

Mesmo com algumas novidades interessantes, a forma como a conferência se arrastou a tornou bastante cansativa e a ausência de um PSP2, de mais informações sobre o Last Guardian ou mesmo a confirmação de que um dia veremos o Team Ico Collection acabou transformando esta na pior apresentação da E3. Quem sabe no ano que vem a Sony consegue montar uma conferência mais dinâmica, ou com tantos títulos exclusivos e de qualidade como em 2009.

Leia mais sobre: , , .

relacionados


Comentários