Meio Bit » Baú » Internet » Novas opções de privacidade no orkut

Novas opções de privacidade no orkut

Google muda as regras de privacidade do orkut para melhor, mas usuários entendem tudo errado e causam tempestade em copo d'água. Acredite, é isso mesmo.

11/06/2010 às 8:36

Lembra do orkut? A rede social dos brasileiros da Google, mesmo com a concorrência ferrenha do Facebook e tendo seu sucesso limitado ao Brasil, continua na ativa, e de uns tempos pra cá, recebendo atualizações num ritmo bem interessante. Ontem foi o dia de mais uma, e focada no ponto que justamente é o calcanhar de Aquiles do Facebook: privacidade.

Anunciados no blog oficial do serviço, o fato dos novos controles de privacidade terem sido apresentados junto a uma mudança significativa no funcionamento dos recados (scraps) causou alguns mal entendidos, motivando até a criação de comunidades curiosas. Só na lista de atualizações dos meus contatos, encontrei quatro (aqui, aqui, aqui e aqui), algumas com mais de 200 mil membros!

De um lado, o orkut passa a permitir comentários em recados, transformando o antigo telefone-sem-fio público nalgo mais próximo a uma conversa de bar. Um avanço, acho eu. Por outro, passa a exibir recados públicos na timeline dos usuários. Aqui a coisa degringolou, muitos se sentiram expostos, e ficaram tão preocupados com isso que deixaram passar a maledeta opção "Somente eu e ele" (não me entendam mal, pelamordedeus 😆 ), que torna os recados melhores do que eram antes, limitando-os aos dois interlocutores:

Recado: público ou privado?

Recado: público ou privado?

Escolha "Somente eu e ele", e o recado será privado. Só você e seu interlocutor o verão, e poderão desenvolver uma conversa. Privacidade lá em cima, melhor do que era antigamente.

O "erro" da Google, talvez, foi ter deixado a nova opção, que escancara tudo, como padrão. A linha que separa o ousado do mal entendido, no que toca a redes sociais, é bastante tênue. Basta lembrar do rebuliço que cada atualização do Facebook, das justificáveis até as sem cabimento, gera.

Quando o recado é público, outras pessoas podem entrar na conversa, e nessa, a thread surge também nas timelines deles. Em suma, a coisa toda fica mais... social.

Bate-papo no orkut, derivado de um recado.

Bate-papo no orkut, derivado de um recado.

Para fechar, simplificaram as opções gerais, incluindo as relacionadas à privacidade. Concentraram tudo em poucos pontos, com opções binárias, para ninguém se perder (em tese).

Opções de privacidade no orkut.

Opções de privacidade no orkut.

Esse episódio me levou a uma conclusão que, sei lá... acho que faz sentido. O Facebook não emplaca no Brasil porque é complicado demais. Ou melhor, porque é complicado se comparado ao orkut. Duas opções, apenas duas opções, e o cara já se embanana todo e interpreta a coisa de forma totalmente equivocada, e reclama da falta de um troço, no caso a privacidade, que só agora passa a existir no orkut. Vê a falta de lógica na coisa? Se não, relaxa, também demorei a entender o que 600 mil pessoas estavam fazendo nessas comunidades "devolve-minha-privacidade-orkut-maldito" por causa das novidades anunciadas ontem.

É um caso perdido, sério mesmo.

Leia mais sobre: , .

relacionados


Comentários