Meio Bit » Baú » Software » Esse Safari Reader é meio familiar... Oh wait!

Esse Safari Reader é meio familiar... Oh wait!

Sabia que o Reader, novo recurso do Safari 5, foi "inspirado" num bookmarklet gratuito e open souce? Se gostou do recurso, mas não gosta do Safari, saiba que dá para aplicá-lo a qualquer navegador, através do Readability.

09/06/2010 às 9:32

Ocultado pelo (justificado) buzz em cima do iPhone 4, na última segunda-feira a Apple também lançou a versão final do Safari 5, seu navegador Web, para Mac OS X e Windows. As novidades, fora o lugar comum mais velocidade e desempenho, são a inclusão do Bing como opção de buscador e o tal Reader, fielmente traduzido na versão brasileira para Leitor.

O Reader é um botão que aparece na barra de endereços e, quando clicado, faz um facelift na página, deixando apenas o que importa, o texto, em destaque. Nada de anúncios, layout, nada disso: apenas texto. É um recurso bem bacana, e como tudo que vem da Apple, tem efeitos visuais bem legais e botões de controles bastante sóbrios.

Safari Reader em ação.

Tudo legal, tudo bonito, mas... hey, eu já vi isso em algum lugar. Comentei, no Twitter, a semelhança do recurso com o Readability, um bookmarklet sensacional que faz exatamente o que o Reader do Safari faz, ou seja, extirpa o que é supérfluo da página e destaca apenas o texto.

E não é que o recurso não é apenas parecido, mas sim baseado no código do Readability? Quem dá a dica é o Download Squad, que ressalta, com propriedade, não haver nada errado nisso, afinal, o Readability está sob uma licença Apache 2.0, e nos agradecimentos do navegador da Apple, consta referência ao Arc90, criador do bookmarklet.

Agradecimentos.

Para quem ainda passa longe do Safari, seja no Windows, seja no Mac OS, fica a dica do Readability. Ele permite definir vários aspectos do redesenho das páginas, como cor de fundo, fonte e tamanho do texto, além dos botões de impressão e envio por e-mail. Não fica elegante como o do browser da Maçã, mas a funcionalidade é (literalmente) a mesma.

Readability em ação.

relacionados


Comentários