Meio Bit » Baú » Demais assuntos » Entenda o Linux - by Falcon_Dark

Entenda o Linux - by Falcon_Dark

23/11/2005 às 14:56

Hoje o meiobit.com ganha o reforço do Fábio Luiz. O Fábio é um cara que manda muito bem em Linux, tem seu próprio blog e escreve artigos muito completos sobre o assunto. A idéia é que ele escreva de 15 em 15 dias pra gente. Os artigos publicados aqui são exclusivos, outras leituras vocês podem acompanhar no site dele. Então, vamos ao que interessa, espero que gostem! 😉

Eu, Linux

Esse é meu primeiro artigo sobre GNU/Linux para o meiobit.com (espero que torne-se uma coluna periódica) por isso acho interessante começar apresentando esse sistema para os não-iniciados ou recém chegados ao mundo do pingüim.

O GNU/Linux, ou simplesmente Linux, é uma sistema operacional para computadores e micro-computadores desenvolvido por várias pessoas ao redor do mundo que foi idealizado para ser uma alternativa aos outros sistemas do mercado. Ele nasceu com a finalidade de levar aos usuários a experiência de usar um sistema padrão UNIX a um custo aceitável e tornou-se, por várias razões, um sistema muito popular. Atualmente o Linux pode ser considerado a principal alternativa para aqueles que desejam experimentar algo diferente do Microsoft Windows.

Porque criar um novo sistema, e porque fazê-lo usando o UNIX como base? O UNIX é um sistema com vários anos de desenvolvimento que foi, e ainda é, muito usado em aplicações industriais, corporativas, militares e acadêmicas. Muitos estudantes de ciências ligadas à tecnologia puderam usar diferentes UNIXes em suas faculdades. Surgiu dentro de certos núcleos acadêmicos nos EUA e na Europa o anseio de poder usar um sistema compatível com o UNIX também em aplicações pessoais. Esses núcleos começaram a desenvolver sistemas UNIX-like (clones do UNIX original) que pudessem ser usados em máquinas de pequeno porte, como os 386 e 486 disponíveis no mercado no final da década de 1980. O Linux é resultado da soma dos esforços de duas correntes, a FSF (Free Software Foundation) e um time de hackers de computador liderados por Linus Torvalds.

A FSF desenvolveu diversas aplicações compatíveis com UNIX, mas que poderiam ser distribuídas gratuitamente a todos e os hackers de Linus Torvalds desenvolveram um núcleo de sistema operacional. Esse núcleo, adicionado dos programas livres da FSF, chama-se GNU/Linux e é um sistema operacional completo, que o mundo conhece hoje pelo nome Linux.

O surgimento do Linux permitiu que todos aqueles que usavam um UNIX em suas universidades ou empresas pudessem ter um sistema UNIX-like em seus computadores pessoais mas isso já era possível com outros sistemas, como os BSDs. A grande vantagem do GNU/Linux é, além de ser uma alternativa gratuita aos outros sistemas do mercado, sua disponibilidade como software livre. Antes do GNU/Linux nenhum sistema operacional completo e de grande porte estava acessível de maneira completamente livre.

O Software Livre

Um software livre, ou SL, é um programa de computador que é distribuído aos usuários com o código-fonte incluso e que garante direito à certas liberdades fundamentais. Todo SL garante aos seus usuários o direito à:

1- Usar o software para qualquer fim, à sua própria escolha;
2- Estudar o código do programa e modificá-lo conforme suas necessidades;
3- Distribuir livremente cópias do programa, beneficiando outros usuários;
4- Publicar suas modificações, de modo que elas possam beneficiar outros usuários.

Essas 4 garantias fundamentais do SL são responsáveis pela popularidade deste modelo entre os estudantes, professores e programadores. O fato de um sistema operacional completo, como o Linux, ser disponibilizado como SL permitiu que estudantes pudessem aprender muito e beneficiar-se do acesso à peças completas que antes eram fechadas e não poderiam ser entendidas.

O Linux está cada dia mais popular

Você já deve ter percebido que o surgimento do Linux ocorreu não pela necessidade de um outro sistema operacional no mercado. A necessidade dos estudantes de ciências computacionais de um sistema que pudesse ser estudado e modificado livremente foi a grande razão pela qual o Linux foi criado e desenvolvido por tantos programadores. Mas se o caráter fundamental do Linux é tão filosófico porque o Linux está ficando cada vez mais popular?

O modelo de desenvolvimento do SL, aproveitando a mão de obra voluntária de vários colaboradores pela internet permitiu que o Linux apresentasse um custo relativamente baixo se comparado ao seu desempenho como sistema. Isso foi seu cartão de visitas para o mundo corporativo.

Sua estabilidade e desempenho chamaram a atenção de usuários de computadores de diversas categorias e muitos decidiram dar uma chance à este novo sistema em suas máquinas domésticas, na esperança de diminuir seus problemas com travamentos e falta de segurança, relativamente comuns em outras plataformas.

Hoje milhões de computadores ao redor do mundo usam Linux por diferentes motivos. Desde puramente filosóficos, passando por cortes nos custos, pela busca por mais estabilidade e disponibilidade; os motivos para optar por uma plataforma diferente da considerada padrão pelo mercado podem variar de usuário para usuário. Mas um consenso já está formado, o Linux é hoje a melhor alternativa para aqueles que desejam usar um sistema diferente do Microsoft Windows.

Usar ou não usar, eis a questão

Agora que entendemos as razões pelas quais o Linux foi criado, e o que é exatamente o Linux, uma dúvida pode rondar nossos pensamentos: será que devo experimentar esse tal Linux?

Se você tem essa dúvida agora, não se preocupe, ela será respondida no próximo artigo. Até lá, seria interessante ter um contato maior com a história do Linux e poder conhecer um pouco mais de sua trajetória.

Leitura Recomendada:

http://pt.wikipedia.org/wiki/Linux
http://pt.wikipedia.org/wiki/FSF

relacionados


Comentários