Meio Bit » Baú » Games » Xbox 360 - primeiros jogos avaliados

Xbox 360 - primeiros jogos avaliados

19/11/2005 às 8:09

E o Xbox 360, o sucessor do Xbox (e quem é que inventou esse nome estúpido? Xbox2 seria melhor), que está para ser lançado este mês, já está tendo seus primeiros jogos avaliados. E a primeira leva parece ser boa, pelo que indica a IGN (o site Gamerankings, que faz uma média de todas as avaliações nos principais sites de jogos, ainda não está muito confiável para o 360 porque tem muito site 'empolgadinho' dando nota alta para todos os jogos).

Mas, lendo sites como a IGN, o que parece é que os jogos originais como Project Gotham Racing 3 e Condemned estão muito bem, enquanto os jogos que tinham versão para o Playstation 2 e Xbox 1 estão decepcionando porque os desenvolvedores não se esforçaram muito para melhorar os gráficos.

Eu não boto muita fé no 360 porque ele é apenas uma evolução, é como trocar de PC ou placa de vídeo para jogar jogos com gráficos melhores, etc. Em pouco tempo os computadores mais potentes ultrapassam a capacidade dele. Talvez eu não me empolgue muito com o 360 porque seus jogos me lembram muito os de PC, inclusive o forte dele é a capacidade online - você raramente vê no Xbox algo original e totalmente diferente como Katamari Damacy, Killer 7, Shadow of the Colossus (do PS2) ou Feel the Magic, Warioware e Nintendogs (do Nintendo Double Screen). E como no Japão ninguém liga para o Xbox, não temos a originalidade dos jogos japoneses (como os citados). É claro que é questão de gosto, mas eu acho os jogos americanos muito padronizados, com raras exceções, enquanto no Playstation , 1 ou 2, você pode jogar Dance Dance Revolution, Resident Evil 4, um monte de RPGs (que japonês sabe fazer muito bem), etc. A mesma coisa serviria para o Gamecube se a Nintendo não fosse tão lerda e estragasse o potencial do próprio console com seus atrasos absurdos, pelo menos o DS está indo muito bem (estou com um emprestado).

Bom, vai saber no que vai dar a próxima guerra de consoles A Sony está com um projeto extremamente ambicioso com o PS3 e a Nintendo quer mudar tudo com aquele controle maluco do Revolution.

É engraçado, antes os videogames eram todos muito parecidos, com diferenças apenas em especificações técnicas, etc, agora parece que cada um quer tomar uma direção radicalmente diferente.

relacionados


Comentários