Meio Bit » Baú » Fotografia » Passou o Passaralho na Microsoft

Passou o Passaralho na Microsoft

26/05/2010 às 17:44

A maré de boas novas da Microsoft parece ter encontrado um obstáculo, diria um quebra-molas de proporções geológicas. Na mesma semana boatos são confirmados de uma só vez com um email de Steve Ballmer comunicando a saída de duas figuras chave na empresa: Jay Allard e Robbie Bach.

Jay Allard (na foto) era talvez a maior mente criadora da Microsoft. Como "Chief Experience Officer" ele tem em seu currículo pequenos projetos como o XBOX, XBOX Live, Zune, etc. Basicamente tudo que a Microsoft fez na área de entretenimento tem o dedo dele.

Robbie Bach era Presidente da divisão de Entertainment e Devices, nos últimos 5 anos penou com o Windows Mobile, tentando apagar incêndios enquanto corria atrás e preparava o lançamento da versão 7, que pegou o mundo de surpresa e fez um monte de gente ofender Redmond sem querer ao dizer que parecia coisa da Apple.

Especula-se que Allard esteja saindo por causa do cancelamento do Projeto Courier, aquele Pad que todo geek se apaixonou mas que talvez caísse num limbo mercadológico, complicado demais pro usuário normal e fraco demais pro heavy user. Isso o teria contraria profundamente. Já Robbie estaria apenas se aposentando depois de 20 anos de casa.

O texto de Ballmer diz que Robbie Bach saiu por cima, excelente timing, deixando um monte de projetos fantásticos e excitantes (diria mágicos mas é Copyright Apple) como o Projeto Natal, o Windows Phone 7, a parte de mídia na Live, o Zune, o Kin...

As equipes XBOX e Windows Phone estão reportando diretamente a Steve Ballmer, o que não é solução a longo, que dirá médio prazo. Ballmer sabe disso. A questão é manter a moral das equipes alta enquanto procuram gente de visão e carisma para substituir os que partem.

SE os projetos forem muito bem recebidos a empresa ganhará tempo para se reorganizar, do contrário estarão na mesmo posição de alguns anos atrás: Sem cabeça, sem rumo e sem projetos.

Como dica, Ballmer pode esperar um ou dois meses pro Archos do Roniuj e o JooJooPad matarem o iPad, o Android (1.5, 1.6, 2.0,2.1,2.2) matar o iPhone e quando Steve Jobs estiver desempregado, oferecer a vaga.

Fonte: Crunchgear e MobilitySite

relacionados


Comentários