Meio Bit » Arquivos » Demais assuntos » Et Tu, Opera?

Et Tu, Opera?

07/05/2010 às 14:04

backstabbing.jpg

"Flash como container de vídeo faz muito pouco sentido para uso de CPU, WIFI, bateria, etc. Você pode fritar um ovo em dispositivos rodando Flash, e há uma razão pra isso"

Quem disse isso não Steve Jobs, nem sequer Steve Ballmer, mas Phillip Grønvold, analista de produto da Opera Software.

Pelo visto a Adobe está sozinha, o tempo do Flash como player de vídeo está contado. Os grandes culpados são os dispositivos móveis, mas nem é uma questão do Flash ser mal-programado, o problema é que não há como o software mais otimizado do mundo competir com decodificadores em hardware.

A declaração ressoa plenamente tudo que Steve Jobs disse. Será interessante ver a reação dos haters mais exaltados, afinal estamos vendo os mesmos argumentos contra vídeo em Flash, vindo de uma fonte insuspeita.

Grønvold inclusive deixa claro em sua entrevista que o Opera VAI continuar a suportar o Flash, que ele é parte integrante da Internet e que web sem Flash não é uma experiência completa.

Jura a Adobe que irá resolver grande parte dos problemas do Flash em dispositivos móveis com a vindoura versão 10.1, mas sendo realista meu antigo N80 já tocava RealMedia (argh, eu sei) com performance decente, o playback de vídeo de qualidade já é realidade em todo celular de 1a linha. A idéia de que esse suporte seja abandonado em prol do Flash não faz sentido.

Esperemos que a Internet caminhe para um meio termo, onde o vídeo será decodificado por hardware usando formatos modernos e otimizados, E os sites em Flash funcionem bem, agregando conteúdo e valor. E sim, Farmville é valor agregado, site HTML feito em Flash só para ter coisas girando e piscando, não é.

Fonte: Ars Technica

relacionados


Comentários