Meio Bit » Baú » Games » Relembrando - Growl

Relembrando - Growl

Relembre Growl/Runark, um antigo beat 'em up que possuía defeitos, mas divertia.

03/05/2010 às 7:53

dori_run_03.05.10

Estávamos bem no início da década de 90, cansados de gastar dinheiro com o Double Dragon e o Final Fight nos arcades quando a Taito lançou um beat 'em up para o Mega Drive chamado Growl, ou Runark no Japão. O game na verdade era uma adaptação da versão lançada para os fliperamas e conseguiu fazer um relativo sucesso estre os fãs do gênero.

Com um enredo parecido com o do Cadillacs and Dinosaurs, que só seria lançado alguns anos depois, o jogo falava sobre um grupo de caçadores ilegais que praticamente levaram algumas espécies à extinção. Após escolher um dos quatro personagens, teríamos que percorrer seis estágios salvando os bichos, que podiam nos ajudar em determinadas partes. Um detalhe curioso é que um dos heróis era muito, mas muito parecido com o Indiana Jones.

Mas talvez o que mais chamava a atenção em Growl era a vasta quantidade de armas que podíamos utilizar. Como os personagens era bem ruinzinhos nas brigas, tínhamos que vasculhar os cenários em busca de algo que nos tornasse mais poderosos e para isso tínhamos a nossa disposição, revolveres, fuzis, espadas e claro, um chicote, além de podermos usar caixas, pedras e barris explosivos contra os inimigos. Para falar a verdade, a jogabilidade do game era bem ruinzinha, bastante travada.

Como dito antes, o jogo apareceu primeiro nos fliperamas e quando a Taito fez o port para o console da Sega, a perda foi muito grande. O game para o Mega Drive só parecia bom caso não tivéssemos visto ele nos arcades, que possuía um som melhor e gráficos anos luz a frente da versão caseira, o que aconteceu comigo. Como eu só havia jogado o Runark no meu MD, quando dei de cara com o tal do Growl num buteco perto de casa, demorei a acreditar que se tratava do “mesmo jogo”.

Mesmo longe da qualidade encontrada num Knights of the Round ou num Streets of Rage, a criação da Taito conseguia divertir, apesar de possuir várias falhas.

Leia mais sobre: , , .

relacionados


Comentários