Meio Bit » Baú » Indústria » O avanço (e o duro retrocesso)

O avanço (e o duro retrocesso)

02/11/2005 às 23:03

Post interessante no EyeSmiles,falando sobre como é dificil voltar para tecnologias mais primitivas uma vez que se "prova" das tecnologias mais avançadas. O exemplo mais evidente é um usuário de banda-larga que passa a usar Internet via discada. É quase uma tortura. O mesmo se aplica quando os monitores passaram a ser coloridos, o VHS evoluiu para DVD, etc.

A mensagem é que a evolução tecnológica nos acostuma a "esperar" por upgrades frequentes. E sempre que a novidade sai, o que era bom vira "obsoleto" e "antiquado", e claro que as indústrias passam a suportar fortemente o que é novo. Desta maneira a industria financia o desenvolvimento de novas tecnologias, afinal se ninguem trocasse de equipamento ou software não haveria jeito destes ciclos se perpetuarem.

Algo que parece estar ocorrendo em alguns campos, porém, é que o novo custa muito mais caro do que o atual. Posso citar a indústria de games, por exemplo. Os jogos custam mais caro, e os consoles também. O custo para desenvolver um jogo também ficou muito mais caro, afinal hoje em dia um bom jogo contrata atores, músicos, designers, escritores etc, coisa que não era necessária há 20 anos. Em outros ramos, porém o custo parece estar despencando. O mercado de notebooks é um bom exemplo. Um bom notebook aqui nos EUA custa U$700, e parece que a WalMart vai oferecer um notebook básico por US$400.

De qualquer maneira, é interessante acompanhar a evolução de vários ramos em que a tecnologia está envolvida. Algumas "evoluções" que foram um fracasso (como o BetaMax dos anos 80), e outras que foram um sucesso (o iPod) nos dão exemplos de tecnologias que foram projetadas, implementadas e por algum motivo decolaram (ou não). Os entusiastas (como nós) testam novas tecnologias, mas é dificil (ou impossível) prever o que vai "pegar", principalmente quando algo é projetado para o publico geral, e quem está testando são pessoas com experiência com tecnologia (i.e. nerds).

relacionados


Comentários