Meio Bit » Baú » Games » Análise: UFC 2009 Undisputed

Análise: UFC 2009 Undisputed

Saiba como ficou o jogo que leva as lutas do UFC para o seu console.

14/04/2010 às 15:29

frank_ufc_14.04.10

Está fazendo 1 ano que adquiri meu Xbox 360. Lembro-me que, logo ao conectar na Live, comecei a baixar várias Demos. Com uma banda larga razoável e muitos títulos disponíveis, pegava muita coisa. Porém, nenhum dos jogos de luta me agradou muito. Resolvi pegar um “tal” de UFC 2009 Undisputed. No começo, achei os gráficos legais, bem realistas, mas não esperava menos de um jogo da atual geração. Achei legalzinho, jogava bastante, mas ficava basicamente só nos socos e chutes fortes, para ver o efeito dos ferimentos dos lutadores. Eis que um dia, um amigo trouxe um joystick adicional e outro amigo nosso jogou uma partida comigo: depois que vi ele usar o analógico direito, tive consciência do quão complexo o jogo poderia ser! Foi então que descobri que havia o Tutorial habilitado também, daí por diante foram meses e meses jogando essa mesma demo, cada vez descobrindo algo novo.

Um ano depois, finalmente consegui comprar a versão completa do jogo. E não me decepcionei: a Demo traz uma pequena amostra do que o jogo realmente é sem fazer propagandas enganosas. Mas desde já, quero deixar claro que se trata de um jogo de simulação, extremamente técnico. Um jogo para poucos, não em questão de habilidade, mas de gosto e paciência.

Are You ready? Let’s go!

MODOS DE JOGO

CARRER

Este é o principal modo, onde você começa criando seu personagem (nos mínimos detalhes), faz uma luta de apresentação, para que Dana White (presidente do UFC) veja se você realmente é bom o bastante para ser contratado. Depois disso, você terá sempre uma tela repleta de opções a sua disposição. No Calendário, você terá toda sua agenda de compromissos que envolve: lutas, “sparring”, treinos técnicos (luta em pé e no solo), entrevistas, autógrafos, fotos para sites e revistas, workshops e por aí vai.

Basicamente, você vai lutando e subindo no ranking até estar “credenciado” para lutar pelo cinturão. Apesar de não ter um limite exato em número de lutas, há um tempo de contrato com o UFC, que quando acaba, você deverá aposentar seu lutador! Mas fique tranqüilo que é bastante tempo!

Para quem só quer saber da parte de lutas, pode achar este modo muito parado, mas se você der uma chance a ele, irá se surpreender com o nível de detalhamento. Alguns exemplos:

- Ao longo do jogo, você vai destravando patrocínios para aplicar no seu calção e ganha, também, equipamentos para treino.
- Depois de fazer o “sparring”, você pode distribuir os pontos que ganhou nos atributos que você quiser, ou naqueles que seu personagem necessite.
- Nos treinos de luta em pé ou de solo, você aprende golpes e cumpre tarefas que te dão pontos de experiência para subir de nível. Assim como nos RPGs!
- Você deve planejar bem seus treinos e o nível de intensidade deles, dando o tempo necessário para descansar (Rest) e recuperar sua “stamina” (como recuperar HP nos RPGs), pois caso contrário, pode ir para a luta já cansado!
- Na tela do modo Carrer, você pode ver a academia onde treina. E ouve de fundo o áudio das declarações e entrevistas reais feitas após as lutas do UFC.
- Você é um lutador da “Era da Informática”, então você tem uma caixa de e-mails a sua disposição, onde receberá informações sobre próximas lutas, rankings, entrevistas dos outros lutadores falando ao seu respeito, elogios (ou críticas) do Dana White, etc.

EXHIBITION

Não está com paciência para o modo Carrer? Apenas escolha sua categoria de peso, seu lutador e vá para a luta! São ao todo 5 categorias de peso e cerca de 80 lutadores reais do UFC, sendo que alguns deles participam de mais de uma categoria. Mas não é possível fazer lutas entre lutadores com categorias de peso diferentes.

XBOX LIVE

Aqui você poderá jogar partidas com ou sem ranking. Após a luta, você terá a sua disposição uma tela de estatísticas da luta, mostrando até mesmo quantos golpes o lutador desferiu ou levou em cada parte do corpo!

Muita gente reclamou do lag. Particularmente, consegui conexões boas com jogadores brasileiros e algumas vezes, até com estrangeiros. Mas o que deixa a desejar:

- Não ter uma barra de medição da qualidade de conexão
- O sistema de lobby não é nada prático.

CLASSIC FIGHTS

É o modo que deve agradar muito aos fãs do UFC, pois aqui estão selecionadas 12 lutas clássicas (da fase mais atual do UFC). No início, há uma apresentação em vídeo mostrando cada lutador falando sobre seu oponente. E a grande sacada deste modo são 2 coisas:

- Seu lutador favorito perdeu na luta real? Aqui você terá sua chance de “vingá-lo” e mudar o rumo das coisas, nocauteando ou finalizando seu adversário!
- Mas se quiser destravar o vídeo (editado) da luta, você terá que cumprir uma tarefa: reproduzir o que aconteceu na luta real! Por exemplo: Jogar com Anderson Silva e vencer Rich Franklin por nocaute no 2º Round. Uma espécie de “Achievement” dentro da própria estrutura do jogo!

TUTORIAL

Aqui está a chave para o entendimento do jogo. Você deve gastar em torno de meia hora para completar o tutorial. Mas acredite: vale a pena! Depois de completá-lo, você enxergará o jogo com outros olhos e abrirá um leque de possibilidades em suas lutas. Quem pular esta parte pode acabar tendo uma opinião precipitada sobre o jogo, por não ter uma noção mais ampla da jogabilidade.

CREATE A FIGHTER

É a mesma tela que irá aparecer quando você iniciar o modo Carrer.

Você poderá colocar informações como: Nome, nacionalidade, peso, altura, atributos físicos, personalizar roupas (calção) e equipamentos. Lembrando que aqui você também define os 2 estilos de Luta do seu lutador. 1 “striker” (Boxe, Muai Thai ou Kickboxing) e 1 de solo (Judo, Wrestling ou Brazillian Jiu Jitsu). A parte dos atributos físicos é tão detalhada, que dá até para escolher o nível de “detonação” de cada orelha, estilos e cicatrizes na sobrancelha. Porém se quiser montar um lutador parecido com você pode levar bastante tempo, eu devo ter levado mais de 40 minutos na criação do meu! Porém, se quiser, pode criar seu personagem a partir de um dos 15 templates disponíveis.

CRITÉRIOS DE VITÓRIA

Uma das coisas mais legais é a possibilidade de vencer seu adversário de várias formas diferentes:
- KO (Nocaute): Com um forte chute ou soco seu adversário vai à lona sem consciência.
- TKO (Nocaute Técnico): O seu adversário não se defende dos golpes e o juiz é obrigado a parar a luta.
- SUBMISSION (Submissão/Finalização): Finalizar seu adversário fazendo ele “pedir água” (desistir), batendo no chão, enquanto você aplica uma chave de braço ou um estrangulamento, por exemplo.
- DECISION (Decisão dos Juízes): Terminados os rounds, os juízes contam os pontos de cada lutador e definem o vencedor por decisão unânime ou não-unânime.

GRÁFICOS

A estrutura gráfica do jogo é bem direta e totalmente focada nos lutadores. Ou seja: a modelagem e movimentação dos personagens estão muito bem feitas, bem parecidos com os lutadores reais. Inclusive fizeram questão de reproduzir fielmente as tatuagens que ficaram bem detalhadas. Em vista de que são cerca de 80 lutadores, está de bom tamanho. Porém, isso teve um custo: árbitro e platéia estão com gráficos bem pobres.

SONS

Os sons estão muito bem feitos, bem realistas. Quando os lutadores recebem aquelas pancadas bem fortes e ficam meio desnorteados (“rocked”), o som passa bem essa sensação, assim como nos filmes do Rocky. A narração é sempre presente e a apresentação das lutas é com a incrível voz de Bruce Buffer. E existem detalhes menores que não foram esquecidos, como o som que anuncia os 10 segundos finais do Round e, claro, o som da platéia acaba empolgando em alguns momentos da luta, fazendo a adrenalina subir e dando a vontade de nocautear logo o seu adversário!

TRILHA SONORA

Durante as lutas propriamente ditas, não há música, apenas narração mesmo. Mas durante os loadings e menus do jogo temos uma boa trilha sonora composta em sua maioria por um rock mais pesado. Independente do gosto musical, tenho que confessar que a trilha combinou muito bem com o jogo. E cada música é usada em momentos propícios.

JOGABILIDADE

Não joguei os outros jogos do UFC lançados anteriormente, mas achei a jogabilidade do UFC 2009 Undisputed simplesmente excelente. É claro que ela é extremamente técnica e, às vezes, pode não soar tão fluente. Mas fazendo o comando certo, na hora certa, o golpe sairá!

frank_ufc_14.04 Os botões de soco e chute são organizados da mesma forma do jogo Tekken 6. Ou seja: os 4 face buttons são: soco esquerdo, soco direito, chute esquerdo, chute direito, respectivamente. Estes botões também servem para escapar de finalizações na força bruta, enquanto o Analógico Direito usa a técnica. Já os botões superiores são usados para defesa em cima e em baixo (RB/RT). E como modificadores de ataque se usados em conjunto com outros botões (LB/LT), para desferir golpes na cabeça ou no corpo do adversário, como também para fazer golpes e transições diferenciadas no solo.

O uso do RS (Analógico direito) é perfeito! Com ele sozinho ou em conjunto com outros botões, você poderá fazer: clinches, “takedowns”, segurar chutes ou socos do adversário, fazer transições, executar ou escapar de finalizações no solo e por aí vai.

O manual impresso do jogo tem poucas páginas e é bem simples, mas ele me surpreendeu ao mostrar um gráfico em forma de pirâmide, com todas as transições de solo:

veredicto

O jogo, como eu disse, é para poucos. Talvez o público que o UFC 2009 Undisputed mais agrade é o mesmo de jogos como Fight Night Round. Mas se você gosta desse estilo de jogo e também curte lutas de MMA, então este foi feito para você! Ele tem fator de diversão muito grande, é empolgante e ainda por cima possui um ótimo fator replay, pois você pode:

- Jogar com vários lutadores diferentes, em categorias de peso diferentes
- Criar personagens com mesclas diferentes de estilos de luta em pé e de solo
- Além dos próprios Achievements, o jogo possui mais conquistas internas, como destravar vídeos, ganhar troféus, entrar para Hall of Fame...
- Sem contar a jogatina na Xbox Live (ou PSN)

PRÊMIOS: O jogo ganhou o “Best Individual Sports Game” na VGA 2009, concorrendo ao lado dos títulos: Fight Night Round 4, Tiger Woods PGA Tour 10 e Wii Sports Resort.

CURIOSIDADES: Inicialmente, a organização do UFC procurou a EA para fazer o game, tendo em vista suas grandes franquias esportivas de sucesso como Fifa, Madden NFL, etc. Mas a resposta da EA foi algo como: “Nós não consideramos “UFC” um Esporte e não faremos o jogo”. A THQ pegou o projeto e conseguiu fazer um jogo de sucesso (como dito acima que ganhou até uma premiação na VGA 2009). Pois bem, a EA subitamente muda de idéia e resolve fazer seu próprio jogo de MMA (Mixed Martial Arts), o “EA MMA”. Furioso, Dana White (presidente do UFC) declarou “guerra” e disse que qualquer lutador que assinar contrato com a EA, estará na lista negra do UFC.

CONTINUAÇÕES: Em breve será lançado a versão “2010” do jogo, que promete continuar com a mesma proposta, apenas melhorando alguns pontos. Mas em vista que a versão 2009 está começando a ficar com um bom preço, é uma boa oportunidade para adquiri-la.

pros

- Fidelidade ao UFC real
- Jogabilidade bem elaborada
- Gráficos dos lutadores muito bem feitos

contras

- Menus com muitos submenus.
- Modo On-Line deixa a desejar
- Emails sobre a atualização de rankings irritam.

frank_ufc_14.04.10-3 frank_ufc_14.04.10-5 frank_ufc_14.04.10-4

frank_ufc_14.04.10-2

É isso aí galera, espero que gostem do formato do review (apesar de grande) e espero em breve postar mais textos para o MBG. Um grande abraço!

Leia mais sobre: .

relacionados


Comentários