Meio Bit » Baú » Miscelâneas » Google na mira da União Europeia

Google na mira da União Europeia

02/03/2010 às 11:46

Depois de cerca de dez anos movendo um processo antitruste contra a Microsoft, agora a União Europeia volta sua metralhadora jurídica para o Google. A UE pode abrir um processo similar contra a empresa, no intuito de investigar suas atividades comerciais após denúncias feitas por três companhias europeias.

As companhias são a Foundem, site de comparação de preços; ejustice, site de buscas legais/jurídicas; e a Ciao!, outro comparador de preços, recentemente adquirida pela Microsoft. As três alegam que o Google limita o alcance dos seus negócios jogando-as, de propósito, para posições pouco confortáveis nos rankings e resultados das pesquisas. A Ciao! também reclama de algumas pendências envolvendo o AdSense.

google-investigation-20100302 A investigação está em estágio preliminar. A Comissão Europeia enviou uma série de perguntas ao Google, visando compreender melhor como funcionam seus algoritmos e critérios de rankeamento de resultados. O pessoal de Mountain View crê firmemente que se sairá bem desse problema. No blog oficial da empresa, foi dito que “nosso objetivo é colocar em primeiro lugar o que as pessoas provavelmente acharão útil”. Ali também sobram acusações de que a Microsoft estaria envolvida no caso, informação que, mais tarde, acabou sendo confirmada pela própria empresa, na pessoa de Dave Heiner. Em seu post, ele diz que esse tipo de prática é comum, que é parte das atribuições dos assessores jurídicos analisar a concorrência e lutar pelos interesses do seu cliente. Heiner ainda acrescenta que o problema não é exatamente o monopólio, mas sim o mal uso dele.

Se isso resultar mesmo num processo, podemos esperar uma longa e cansativa batalha nos tribunais do Velho Continente…

Fontes: All About Microsoft, Ars Technica.

relacionados


Comentários