Meio Bit » Arquivos » Fotografia » PMA 2010 - Duas novas lentes para a Ricoh GXR

PMA 2010 - Duas novas lentes para a Ricoh GXR

25/02/2010 às 18:01

Vocês se lembram da Ricoh GXR? A câmera chegou ao mercado ano passado trazendo um conceito no mínimo inovador. A Ricoh GXR é pequena, bem menor que as câmeras do sistema micro-quatro-terços, e oferece a possibilidade de trocar as lentes para poder usar a mais adequada para suas necessidades. Porém, não é só isso. Junto com a lente, a câmera permite que você troque também o sensor. Esquisito? Nem tanto. A lente é montada em um suporte em que o sensor e o processador de imagem também se encontram. Dessa maneira, você compra o equipamento e pode escolher se vai usar um sensor de câmera compacta com uma lente zoom mais poderosa ou se prefere um sensor APC-C com uma lente mais robusta. Vai depender do seu poder aquisitivo.

Porém, até o momento, apenas duas lentes estavam disponíveis para o equipamento, a GR A12 50mm f2.5 Macro (com sensor APS-C) e a 24-72mm f2.5-4.4 VC (com sensor 1/1,7 polegadas). Mas, isso está mudando. Na PMA 2010 a Ricoh anunciou que estão entrando em produção mais duas lentes para o equipamento. A primeira é a RICOH P10 28-300 mm F3.5-5.6 VC, que vai ser muito útil para quem está procurando uma distância focal maior. Por mais estranho que pareça, não encontrei em local algum do press release oficial a resolução máxima do sensor, mas o que sabemos é que ele será de tamanho pequeno e será um CMOS retroiluminado. Essa tecnologia está tomando conta de todos os fabricantes de câmeras digitais e é a concretização do antigo sonho de ter um sensor CMOS em câmeras compactas demonstrando a mesma qualidade de um sensor CCD. Só lembrando que além do sensor e da lente, o conjunto também é formado pelo processador de imagem. Dessa forma, a P10 28-300mm é capaz de fazer fotos em RAW e apresenta a incrível velocidade de 120 fotos por segundo no modo contínuo (essa eu quero ver). A lente deve chegar ao consumidor no inverno de 2010 (Hemisfério Norte).

Já a outra lente que foi anunciada é muito mais interessante, do ponto de vista tecnológico. A GR A12 28mm F/2.5 é construída sobre um sensor CMOS APS-C com 12 megapixels de resolução máxima. O que temos aqui é uma grande angular prime (lente fixa) com uma grande abertura de diafragma. Auxiliada pelo fator de corte, o ângulo é perfeito para fotografar interiores ou cenas mais amplas. Junto com a lente e o sensor, ainda temos o processador GR Engine III que, segundo a empresa, oferece grande qualidade de imagem, gradação suave de cores e baixo ruído. Deve chegar ao consumidor apenas no inverno de 2010 (Hemisfério Norte).

Quando tivemos a divulgação do lançamento dessa câmera eu fiquei muito animado. Era uma idéia muito interessante. A oportunidade de escolher o sensor e a lente abre um leque de possibilidades gigantescas para o consumidor. Eu posso ter uma ultrazoom pequena e leve por conta do sensor pequeno e, ao mesmo tempo, posso ter uma lente prime com ótima qualidade de imagem e com um sensor APS-C. Mas, assim como toda grande mudança, o sistema tem que conquistar o consumidor pela qualidade e pelo preço também.

ricoh gxr

Fonte: Dpreview

relacionados


Comentários